MAIORIA DECIDE PELO FECHAMENTO DO ACT 18/19

Apur 1

Imagens da apuração e dos resultados

Apur 2resultadoOlá copelianos e copelianas

Como todos puderam acompanhar em nossa transmissão da apuração dos resultados das assembleias, dia 14/11, a maioria decidiu pela aprovação da ultima proposta resultante das negociações do ACT 18/19, apresentada pela Copel dia 31 de outubro.

O resultado foi o seguinte:

– 3.828 copelianos e copelianas participaram das assembleias realizadas em todo estado.

– 2.840 votaram SIM, favoráveis à proposta: 64,79%.

– 1.238 votaram NÃO, rejeitando a proposta: 32,34%.

– 2 votos brancos; – 4 votos nulos; – 104 abstenções.

Com essa decisão, a proposta está aprovada. Os sindicatos já comunicaram oficialmente a Copel do resultado, no próprio dia 14. A assinatura do ACT acontecerá na semana que vem, em data que informaremos assim que for confirmada.

Os valores referentes ao reajuste salarial, ao abono e aos demais benefícios serão pagos na folha de novembro/18, dia 25/11, com as diferenças retroativas a outubro.

As diferenças do reajuste do vale alimentação, bem como do 13º auxílio-alimentação, que será incorprado no vale alimentação, ocorrerão no próximo pagamento do vale, em 13 de dezembro de 2018.

UM BALANÇO INICIAL DO ACT 18/19:

Os sindicatos farão avaliação detalhada da negociação e desse ACT nos próximos dias. Mas alguns pontos dessa avaliação já é possível adiantar:

– A proposta não foi boa o suficiente para cobrir a expectativa dos trabalhadores, em especial porque entendem que estão sendo cobrados por um constante aumento de produtividade do trabalho, e estão correspondendo.

– A proposta a que chegou a Copel, no entanto, não ofereceu aumento salarial real e o abono cresceu pouco em relação ao ano anterior, considerado um período bem inferior ao período desse ano em termos de resultados da empresa. Ou seja, os resultados econômico-financeiros melhoraram, mas a proposta da Copel não.

– Não por acaso, 32,34%, uma quantidade significativa de empregados, continuou votando NÃO.

– Se considerado o cenário nacional de negociações, pelo acompanhamento que o DIEESE – Departamento Intersindical de Estudos Socioeconômicos realiza, o Acordo negociado com a Copel está entre os melhores, porque repõe perdas inflacionárias no salário e nos benefícios, e também contempla um abono significativo, que representa ganho salarial, embora não seja incorporado aos salários.

– É importante registrar que os negociadores e diretores da Copel estão cada vez mais relutantes em relação ao valor do abono. Foi difícil chegarem a essa proposta, o que só aconteceu depois de muito esforço e resistência dos sindicatos e de tomarem pé do descontentamento dos copelianos.

– O que essa negociação mostrou é que os dirigentes da empresa acham que estão fazendo uma proposta muito boa, considerando a pressão por diminuição dos gastos com pessoal que sofrem da agência controladora de concessões.

– Em resumo: podemos prever um futuro de negociações difíceis. Por um lado produzimos mais e merecemos mais. Por outro, os controladores acham que estamos ganhando acima do mercado. E a Copel, na prática, evoluiu  pouco no atendimento do anseio dos empregados.

– Foi muito positivo ter havido a rejeição da primeira proposta. Tanto porque houve uma evolução quanto porque os dirigentes da empresa tiveram um termômetro da opinião real dos empregados. Essa resistência é fundamental para as negociações futuras.

– Como o quadro jurídico atual é muito difícil aos trabalhadores. Depois da reforma trabalhista, em caso de dissídio, legalmente já nem temos mais garantidos os direitos e benefícios conquistados em negociações anteriores, fechar o ACT agora foi uma decisão madura da categoria. Mas não uma decisão conformada.

VAMOS PROTEGER NOSSOS DIREITOS E NOSSA ORGANIZAÇÃO!

Conforme já informado e aprovado em assembleias sindicais, as entidades sindicais cobrarão de todos os empregados da Copel, como Contribuição Assistencial, o equivalente a um dia de trabalho de cada um.

Essa contribuição cobre custos de mobilização, divulgação, deslocamentos e atividades de negociação e defesa dos direitos dos trabalhadores, bem como de luta por reconhecimento por seu desempenho, PLR e por boas condições de trabalho.

Este ano a Copel não incluiu em sua proposta o repasse de valor equivalente a dois dias de trabalho aos sindicatos, como em anos anteriores. O custeio da representação dos trabalhadores terá que ser feito por eles. E será fundamental para nossa luta e negociações futuras, como podemos perceber pelas tendências atuais do setor energético e do próprio país.

O desconto de um dia será feito tanto de associados quanto de não associados, já que as entidades sindicais representam todos. Algumas decisões jurídicas recentes indicam que caso trabalhadores não contribuam com os sindicatos, poderão não ser considerados representados e não estarem inclusos nos benefícios e proteções negociados em Acordos Coletivos de Trabalho.

 

Anúncios
| Deixe um comentário

APURAÇÃO DO RESULTADO DAS ASSEMBLEIAS SERÁ TRANSMITIDA AO VIVO

ApuraçãoBom dia, copelianos e copelianas

Daqui a pouco, a partir das 9:00h, desta quarta, 14/11, serão apuradas as votações realizadas nas assembleias sindicais que a avaliaram a segunda proposta a que chegou a empresa nas negociações para o ACT 18/19.

A apuração, que acontece no Km 3 da Copel, em Curitiba, terá transmissão ao vivo pela página do COLETIVO no Facebook https://www.facebook.com/Coletivocopel.

As urnas com os votos coletados em todas as assembleias sindicais são apuradas em conjunto.  Cada urna tem seu mapa de urna e lista de presenças verificados. Os votos são contados para verificar se estão de acordo com a quantidade de votantes, sem separá-los em “sim” e “não”, e depositados em uma única caixa. Após todas as urnas serem conferidas, os votos são apurados e sai o resultado final.

ACOMPANHEM!!

| Deixe um comentário

HORA DE GARANTIR ORGANIZAÇÃO PARA DEFENDER NOSSOS DIREITOS

Olá copelianos e copelianas

Estão em andamento as assembleias que decidirão sobre o ACT 18/19. Elas começaram no dia 06 e irão até 13/11. No dia 14, no Km 3, em Curitiba, as votações em relação a proposta da Copel serão apuradas, a partir das 9:00h.

Estamos publicando no link abaixo a minuta apresentada pela empresa para o ACT, para que todos possam conhecer e analisar, na íntegra.

Minuta ACT 18 19

SINDICATOS COBRARÃO 1 DIA COMO CONTRIBUIÇÃO ASSISTENCIAL

sindicatoAs entidades sindicais cobrarão de todos os empregados da Copel, como Contribuição Assistencial, o equivalente a um dia de trabalho de cada um.

Essa contribuição cobre custos de mobilização, divulgação, deslocamentos e atividades de negociação e defesa dos direitos dos trabalhadores, bem como de luta por reconhecimento por seu desempenho, PLR e por boas condições de trabalho.

A contribuição cobre tanto gastos realizados dessa negociação do ACT quanto as negociações quadrimestrais e atividades de nossa luta em 2019.

Os dias que virão são incertos e de risco aos direitos dos trabalhadores. Riscos aos direitos de aposentadoria e até ao 13º salário podem entrar na agenda governamental no país. No setor elétrico a ameaça de privatizações e a consequente insegurança em relação aos empregos estará presente.

Precisamos que os sindicatos tenham condições de cumprir seu papel de informar, organizar os trabalhadores e defender seus direitos. Não há sobrevivência da luta sindical sem recursos financeiros.

Em anos anteriores, foi negociado no ACT que a Copel repassaria aos sindicatos o relativo a dois dias de trabalho de cada trabalhador, de modo a suprir essa necessidade, com o compromisso dos sindicatos de não descontarem do trabalhador essa Contribuição. Esse ano isso não ocorreu, o que faz com que o trabalhador deva se responsabilizar pela manutenção sindical, em seu  benefício.

Vale lembrar que tanto as conquistas salariais, abonos e outros benefícios, como Auxílio Creche, Auxílio-alimentação, Vale lanche, benefícios diferenciados de férias, entre outros, surgiram das negociações e do trabalho sindical. Nada caiu do céu.

As lutas beneficiam a todos os trabalhadores representados, sejam ou não sindicalizados. A responsabilidade pela manutenção das atividades sindicais é também de todos.

Vamos garantir nossa luta.

ORGANIZAÇÃO É FUNDAMENTAL!

| 4 Comentários

SAIU O CALENDÁRIO DAS ASSEMBLEIAS QUE DECIDIRÃO SOBRE O ACT 18/19

ass decisãoOlá copelainos e copelianas

 Após a última rodada de negociações entre os sindicatos e a Copel, no dia 31/10, a proposta da empresa mudou e agora será novamente submetida à avaliação nas assembleias sindicais, entre os dias 05 e 13 de novembro. Os resultados de todas as assembleias será unificado, ou seja, sairá da soma de todos os votos. A apuração será no dia 14, as 9:00h, no Km 3, em Curitiba.

Estamos publicando aqui o calendário das assembleias, com as localidades, datas e horários. Participe. Convide os companheiros e companheiras de trabalho a participarem também.

 ASSEMBLEIAS DO STEEM (MARINGÁ E REGIÃO)

DATA LOCAL HORÁRIO
06/11 Paranavaí –  Clube Copel Clube dos Funcionários da Copel 19:00h
07/11 Campo Mourão – Clube dos Funcionários da Copel 19:00h
08/11 Cianorte – Clube dos Funcionários da Copel 19:00h
09/11 Umuarama – Clube dos Funcionários da Copel 19:00h
12/11 Maringá – Copel 17:30h

ASSEMBLEIAS DO SINDEL (LONDRINA E REGIÃO)

DATA LOCAL HORÁRIO
05/11 Atendimento Londrina – Copel Cincão 17:00h
06/11 Apucarana/ALMOX APA/ SE APA 8:00h
06/11 JDA/BSU/SPI 10:00h
06/11 Cambé 8:00h
06/11 BVP/ALS/PMA/SIS 8:00h
07/11 Faxinal – Copel 8:00h
07/11 Grandes Rios – Copel 9:45h
07/11 Manoel Ribas – Copel 13:00h
07/11 Cândido de Abreu – Copel 16:00h
07/11 Rolândia – Copel 8:00h
07/11 Jaguapitã – Copel 11:00h
07/11 Centenário do Sul – Copel 17:00h
08/11 Ivaiporâ – Copel 8:00h
08/11 Borrazópolis – Copel 10:00h
09/11 Ibiporã 8:00h
09/11 Assaí e região 11:00h
09/11 Arapongas 8:00h
09/11 LBO – SFE 11:00h
09/11 Astorga-IGU 14:00h
12/11 Agência Londrina 8:00h
13/11 Sede do Sindel – Rua Chile Início 8:00h, com urnas todo o dia

ASSEMBLEIAS DO SINEL (PONTA GROSSA)

DATA LOCAL HORÁRIO
08/11 Divisão de Transmissão Centro Sul, na Rua Moserote, 165, Jardim Santa Mônica 8:00h
08/11 Almoxarifado Dis. na Rua Charles Louis Jean Renault, 485, Parque Santa Lúcia 10:00h
08/11 Polo de Manutenção da Visconde de Mauá, na Avenida Visconde de Mauá, 1133, Vila Oficinas 17:00h
09/11 CTE Pgo, Rua Monte Alverne, 644, Jardim Carvalho 08:00h
09/11 Distrital Distribuição Centro Sul, na rua Joaquim Nabuco, 184 17:00h

ASSEMBLEIAS DO SITIECP (CORNÉLIO PROCÓPIO E REGIÃO)

DATA LOCAL HORÁRIO
06/11 Jaguariaiva – Pátio da Empresa 13:00h
06/11 Wenceslau Braz – Pátio da Empresa 15:30h
06/11 Siqueira Campos – Pátio da Empresa 18:00h
07/11 SE-FRA – Pátio da Empresa 10:00h
07/11 Ibaiti – Pátio da Empresa 13:00h
07/11 Santo Antônio da Platina – Pátio da Empresa 18:00h
08/11 Bandeirantes – Pátio da Empresa 13:30h
08/11 Cornélio Procópio – Pátio da Empresa 17:00h

ASSEMBLEIAS DO SENGE-PR

DATA LOCAL HORÁRIO
06/11 Cascavel – na Regional 17:00h
07/11 Km 3 12:00h
07/11 Santa Quitéria 17:00h
08/11 Edifício Sede 12:00h
09/11 Ponta Grossa – Distrital DIS (Joaquim Nabuco) 17:00h
09/11 Padre Agostinho 12:00h
12/11 Maringá 17:30h
13/11 Londrina 8:00h

ASSEMBLEIAS DO SINDENEL (CURITIBA)

DATA LOCAL HORÁRIO
06/11 Agência Sítio Cercado 17:00h às 18:00h
07/11 Km3 12:00h
07/11 Santa Quitéria 17:00h às 18:00h
08/11 Agência Centro 08:00h às 09:00h
08/11 Edifício SEDE 12:00h às 13:30h
08/11 Atuba 17:00h às 18:00h
09/11 KM 0 (Copel Barigui) 08:00 às 09:00h
09/11 Padre Agostinho 12:00h às 13:30h
12/11 Sede do SINDENEL 08:30 às 17:30h

ASSEMBLEIAS DO SINDELPAR (VÁRIAS LOCALIDADES DO ESTADO)

DATA LOCAL HORÁRIO
05/11 Araucária 08:00h
05/11 Lapa 10:00h
05/11 São José dos Pinhais 17:00h
05/11 Guarapuava 08:30h
05/11 Foz do Areia 13:00h
05/11 Segredo 15:30h
06/11 Mandirituba 08:30h
06/11 Fz. Rio Grande 11:30h
06/11 Guaraituba 17:00h
06/11 Cascavel 17:00h
06/11 Laranjeiras do Sul 08:00h
07/11 Pinhais 08:00h
07/11 Almirante Tamandaré 13:00h
07/11 Realeza 9:00h
07/11 Usina Salto Caxias 11:15h
07/11 Dois Vizinhos 13:30h
08/11 Francisco Beltrão 8:00h
08/11 Chopinzinho 11:00h
08/11 Quedas do Iguaçú 14:00h
09/11 Pato Branco – Cond. 9:00h
09/11 Pato Branco – SE 11:00h
12/11 Irati 08:00h
12/11 União da Vitória 13:00h
12/11 São Mateus do Sul 17:00h
12/11 Antonina 08:00h
12/11 AG-GPS 10:00h
12/11 Paranaguá 13:00h
13/11 Pitanga 08:00h
13/11 Castro 13:00h
13/11 Telêmaco 17:00h
13/11 Matinhos 08:00h
13/11 Guaratuba 10:00h
13/11 Pontal do Paraná 13:00h

 

| Deixe um comentário

COPEL FAZ NOVA PROPOSTA, QUE SERÁ AVALIADA EM ASSEMBLEIAS

ret 2ret 3ret 1Após rejeição da proposta pelos copelianos nas assembleias, sindicatos e Copel voltaram a negociar o ACT 18/19 e a proposta evoluiu nos seguintes pontos:

ABONO: a Copel propõe subir o valor variável da proposta de abono a ser paga relativa a outubro/18 para 0,6 da remuneração fixa. A proposta anterior estava em 0,5 dessa remuneração. A esse valor se soma o valor fixo de R$ 4.702, já constante da proposta anterior.

ABONO EXTRA EM DEZEMBRO: a empresa se propõe a pagar abono linear extra de R$ 860,00 em dezembro aos empregados. Esse abono corresponde a uma compensação pela mudança de pagamento do 13º Auxílio-alimentação.

 AUXÍLIO-CRECHE: a Empresa acata a reivindicação de cobrir com o benefício também o Auxílio-babá, para mães que contratem o serviço. Será necessária a comprovação da despesa por meio reconhecido contabilmente e legalmente. A Copel irá relacionar e comunicar as formas possíveis, reconhecidas, para esta comprovação. Esse procedimento ocorrerá a partir de janeiro/2019, para as novas mães que iniciarão no recebimento do benefício.

COMPENSAÇÃO DE HORAS: os sindicatos reforçaram o pedido dos trabalhadores pela continuidade de compensação do modo como está hoje, solicitando que somente após negociação de um novo modelo de banco de horas seja feita qualquer alteração. A Copel aceitou, com a condição de fixar um prazo para finalizar a negociação, ficando definido esse prazo para março de 2019. Até lá permanecerá a compensação. Após esse período valerá o modelo de banco de horas negociado.

COMO FOI O DIA DE NEGOCIAÇÃO:

Do ponto de vista da atuação dos sindicatos, foi um dia de negociação marcado pela tentativa de mostrar para a direção da Copel as expectativas dos trabalhadores durante as assembleias que rejeitaram a proposta da empresa.

Os sindicatos relataram contundentemente aos diretores presentes, Adriano Rudek de Moura e Ana Letícia Feller, o nível de insatisfação entre os copelianos. Tanto com a parte financeira da proposta quanto com as avaliações de desempenho em andamento, o tratamento das avaliações de produtividade e as escalas de sobreaviso destoantes da vida dos trabalhadores. Tudo isso gerando uma onda de descontentamento.

O descontentamento foi apresentado pelos sindicatos como uma bomba relógio armada no ambiente de trabalho, que precisa ser desarmada com reconhecimento e consideração aos empregados.

Os diretores da Copel presentes na mesa se mostraram atentos e empenhados nesse reconhecimento. Registraram sua tentativa de avançar, mesmo considerando a proposta já avaliada como a melhor no setor elétrico e uma das melhores dentre todas as categorias profissionais no país.

Relataram que seu limite era apresentar uma proposta salarial com olho no futuro, não no passado, porque a realidade de mercado do setor elétrico traz essa exigência competitiva. Alegando não haver espaço para melhorias ideais, os diretores da Copel disseram que não poderiam aplicar aumento real nos salários.

Apresentaram então a proposta do abono de R$ 860,00 reais em dezembro. Os sindicatos pressionaram por uma evolução também no valor variável do abono de outubro. Também pleitearam elevação do abono de dezembro, compensando a mudança no 13º Auxílio-alimentação.

A Copel concedeu a elevação do abono de outubro para 0,6 da remuneração fixa, mas não aumentou o abono de dezembro, mantendo sua proposta em R$ 860,00.

NOVA RODADA DE ASSEMBLEIAS DE 05 A 13 DE NOVEMBRO

Com esse resultado, a nova proposta será novamente submetida a avaliação nas assembleias sindicais. Elas acontecerão no período de 05 até 13 de novembro, com apuração no dia 14, as 9:00h, no Km 3, em Curitiba.

| 10 Comentários

ESCALA DE SOBREAVISO: SINDICATOS COBRARÃO DA COPEL UMA SOLUÇÃO ADEQUADA

sobreavisoComo há uma polêmica em torno da escala de sobreaviso praticada pela Copel, os sindicatos esclarecem que:

– O assunto não faz parte da pauta de reivindicações dos trabalhadores, em torno da qual se desenrolam as negociações do ACT 18/19;

– O problema acabou sendo tratado nas reuniões do ACT porque os trabalhadores informaram as entidades sindicais que a empresa estava readequando as escalas de sobreaviso para a troca a meia noite. Os trabalhadores consideraram o horário dificultoso para a organização social e familiar;

– As entidades sindicais trouxeram várias propostas de alteração de escalas, visando atender os copelianos. Uma das propostas apresentadas por elas foi a de troca as 18:00 horas de sexta-feira;

– Em função dos questionamentos, a empresa propôs iniciar a implantação da troca de escalas às 18:00 horas do sábado, não aceitando as alternativas apresentadas pelos sindicatos. A proposta de troca às 18:00 horas do sábado não saiu dos sindicatos;

– Muitos trabalhadores estão descontentes com a nova escala, que também consideram nociva e inadequada;

– Considerando os clamores dos trabalhadores, as entidades sindicais recolocaram o problema para a Copel, cobrando uma solução compatível com a proteção da qualidade de vida dos que trabalham em sobreaviso.

Informaremos as novidades.

| 1 Comentário

NEGOCIAÇÕES SENDO RETOMADAS NESSA MANHÃ

melhorar

Bom dia, copelianos e copelianas

Nesta manhã de quarta-feira, 31/10, os sindicatos e a Copel estarão retomando as negociações do ACT 18/19, após a recusa da proposta a que chegou a Copel pelos trabalhadores nas assembleias sindicais. A previsão é que a reunião se estenderá por todo o dia, das 10:00 até as 17:00 horas.

Os sindicatos alinharam ontem, 30/10, suas intervenções para a reunião de hoje, buscando melhorias na proposta da empresa. Os sindicatos vão marcar posição de que a hora é de reconhecimento aos trabalhadores, não mais de sacrifícios e perdas.

Ao final do dia, informaremos sobre o desenrolar das negociações. Manter a disposição de luta é fundamental!

| 3 Comentários