Boletim da PLR

Ação Civil Pública da PLR

No dia 15 de agosto aconteceu o julgamento da Ação Civil Pública da PLR na 1ª Instância da Justiça do Trabalho. A ação é referente às diferenças dos anos de 2011 e 2012, quando a juíza que julgou o processo negou o pedido.

Na última audiência, ocorrida no dia 30 de julho deste ano, a procuradora do Ministério Público do Trabalho, Margaret Matos de Carvalho, já se posicionou para que os sindicatos preparassem um recurso ao Tribunal Regional do Trabalho – 2ª Instância da Justiça do Trabalho. Como o fato foi confirmado, o MPT deverá interpor o recurso e as entidades sindicais esperam reformar esta sentença no TRT.

Negociação do AC/PLR–2014/2015

O Coletivo Sindical da Copel esteve reunido no dia 6 de agosto, em Curitiba, para a segunda negociação do AC/PLR–2014/2015. O coordenador representante da empresa para a negociação da PLR abriu a reunião ressaltando a importância do acordo e da necessidade de formalizá-lo, pois existem benefícios tanto para a empresa quanto para os empregados. Ele argumentou que a Copel passa por um momento de turbulência e pontuou algumas metas que farão parte do acordo, entre elas: RPL (Rentabilidade do Patrimônio Líquido), PMSO, ISQP, DGER e CTE.

Diante desta retomada das negociações da PLR, as entidades sindicais relembraram a empresa que não concordam com o “VALOR TETO” para o pagamento da Participação nos Lucros e/ou Resultados dos empregados, pois não abrem mão dos 25% em relação ao valor pago aos acionistas. A empresa também foi questionada sobre a variação do patrimônio líquido da Copel, um índice que faz parte da proposta.

A Copel assumiu o compromisso de repassar os dados dos índices das metas apresentadas até o dia 12 de setembro. Os sindicatos aguardam a análise destes dados para que uma nova reunião de negociação seja marcada.

Quando uma proposta for oficializada será levada a apreciação dos(as) trabalhadores(as) em assembleias que serão marcadas pelas entidades sindicais.

| 11 Comentários

Pauta unificada é entregue à Copel

IMG_6585

Na manhã desta quinta-feira (31), os diretores dos sindicatos estiveram reunidos com o superintendente de Recursos Humanos da Copel, Luiz Carlos Cavanha Júnior, para a entrega da pauta unificada da Campanha Salarial de 2014.

Durante a reunião, o presidente do STEEM (Maringá), Claudeir Fernandes, afirmou que a pauta é o resultado de uma expectativa dos trabalhadores no momento. “Este é o melhor momento para a empresa olhar para o trabalhador e deixá-lo satisfeito pelo seu trabalho. Esperamos sair com uma proposta satisfatória”, explicou.

Segundo Cavanhas, a expectativa é de que a empresa marque uma data para a negociação até o final do mês de agosto.

Segue a pauta protocolada na Copel:

Pauta Unificada ACT-2014-2015

| 37 Comentários

Sindicatos realizam reunião de pauta

IMG_6580

Os sindicatos que representam os funcionários da Copel em todo o Paraná se reuniram nesta terça-feira (29) na sede do Senge-PR, em Curitiba. O objetivo foi apresentar os resultados das assembleias realizadas por cada sindicato neste último mês e reunir as propostas recolhidas em cada região. A pauta que será apresentada à empresa é uma unificação da pesquisa realizada com os trabalhadores.

Os principais pontos do ACT-2014/2015 discutidos na reunião foram o aumento real e o Plano de Cargos Carreiras e Salários.

A discussão terá continuidade nesta quarta-feira, no mesmo local.

| 3 Comentários

Assembleias do Senge-PR

Na próxima semana, o Senge-PR realiza assembleias de formação de pauta de reivindicações com os engenheiros da Copel para o Acordo Coletivo de Trabalho 2014/15.

Neste ano, mais de 200 profissionais representados pelo Senge-PR participaram da pesquisa online, apontando suas reivindicações, suas impressões das negociações do ano passado e as expectativas para o ACT deste ano.

Confira abaixo os endereços, datas e horários das assembleias:

Maringá: 25/07 (sexta-feira)

Local: Senge – Travessa Guilherme de Almeida, 36, Conjunto 1304 – Centro

Horário: 18h30 em 1ª convocação e às 19 horas em 2ª convocação

 Londrina: 24/07 (quinta- feira)

Local: Senge – Rua Senador Souza Naves,282 sl 1001 10º andar- Centro

Horario: 17h30 em 1ª convocação e às 18 horas em 2ª convocação

Curitiba: 23/07 (quarta-feira)

Local: Senge – Rua Marechal Deodoro ,630 sl 22011 22º andar- Centro

Horário: 18h30 em 1ª convocação e às 19 horas em 2ª convocação

 Ponta Grossa: 22/07 (terça-feira)

Local: Senge – Rua Júlia Vanderlei, 1376

Horário: 17h30 em 1ª convocação e às 18 horas em 2ª convocação

 Cascavel: 24/07 (quinta-feira)

Local: Senge – Rua Paraná ,3056 sl 703 – 7º andar

Horário: 18h30 em 1ª convocação e às 19 horas em 2ª convocação

| Deixe um comentário

Assembleias sindicais

As assembleias dos sindicatos que representam os trabalhadores da Copel já estão acontecendo por todo o estado. A opinião de cada um é muito importante para a construção da pauta de reivindicação. Neste momento é essencial a participação de todos e todas. Acompanhe a agenda das assembleias de cada sindicato:

Sindel

Sinel

STEEM

Siemcel:

18 de julho às 17h45, no auditório da SDO (Rua Vitória, 105, Ciro Nardi), Cascavel

STIECP:

15 de julho, às 8 horas, em Bandeirantes
15 de julho, às 13 horas, em Santo Antônio da Platina
15 de julho, às 18 horas, em Cornélio Procópio
16 de julho, às 13 horas, em Jaguariaiva
16 de julho, às 18 horas, em Siqueira Campos
| 3 Comentários

Senge-PR realiza pesquisa online com engenheiros

Os sindicatos elaboraram uma pesquisa de pauta para que o trabalhador possa de elaborar suas propostas e ficar preparado para a assembleia de montagem de pauta.

O Senge-PR iniciou uma pesquisa online com os engenheiros para arrecadar sugestões de reivindicações para a pauta deste ano.

Confira no site: www.senge-pr.org.br

| 3 Comentários

Reflexão

Estamos diante de mais um Acordo Coletivo de Trabalho e sabemos que neste momento tudo é importante. A direção da empresa, através de seu quadro gerencial, acompanha cada passo da mobilização do seu quadro funcional e como cada um se comporta neste cenário.

Temos um marco nas negociações salariais. Depois de 25 anos, após o ACT-2012/2013, tivemos a capacidade e a coragem de cruzar os braços diante dos portões da empresa por um reajuste salarial. Naquele momento – diante da irredutibilidade da diretoria, que afirmava categoricamente que não havia nenhum espaço para atender a reivindicação – pais e mães de família fizeram greve.

Está provado que a grande construção de uma “Campanha Salarial” está na mobilização dos(as) trabalhadores(as) – na participação firme e empenhada de todos.

Por mais um ano, os sindicatos concordaram com a UNIFICAÇÃO para a Campanha Salarial. Esta união é muito importante para o fortalecimento nas negociações. Mas o fator preponderante para um ótimo resultado no acordo coletivo é a participação efetiva e disposição dos trabalhadores.

Muitas vezes não sabemos e nem conhecemos a força que temos, mas o certo é que juntos podemos ir mais longe para garantirmos nossos direitos e benefícios.

Somos hoje o que fomos e fizemos no passado, e seremos amanhã o que formos e fizermos hoje.

Conclamamos a sua participação na campanha salarial.

 

| Marcado com | 10 Comentários