PLR/18: SINDICATOS QUEREM POSSIBILIDADE DE CHEGAR A 25% DO MONTANTE DISTRIBUÍDO AOS ACIONISTAS

A PLR/18 foi assunto em negociação ontem, 16/05, entre os sindicatos e os representantes da Copel, iniciando o debate da PLR/18.

Três pontos foram reivindicados pelos sindicatos na reunião: 1) que as metas fossem viáveis de serem cumpridas, 2) que exista a possibilidade do montante a ser pago como PLR chegue a 25% dos dividendos pagos aos acionistas, como possibilita a legislação e 3) que se busque evitar que tributação do valor incida sobre o montante geral do lucro líquido a ser distribuído.

A posição da Copel, com a concordância dos sindicatos, é de que, no geral sejam mantidos os critérios que já estão sendo estudados e negociados para a PLR nos dois últimos anos, mantendo também os pesos atribuídos a cada meta na formação do IDG – Índice Geral de Desempenho.

Veja no quadro abaixo a proposta de índices e metas apresentada pela Copel na reunião:

neg plr 4

Os sindicatos questionaram a permanência da meta Rentabilidade do Patrimônio Líquido – RPL, que vem se mostrando problemática nesse período dos últimos anos, basta ver o caso UEGA. Reivindicaram que exista revisão nesse critério. A empresa se comprometeu a estudar o assunto.

A Copel ficou de trazer informações atualizadas aos sindicatos, nos próximos dias, sobre a margem Ebitda, que indica o desenvolvimento geral da rentabilidade da empresa, fora seus gastos, o que indica as condições de formação do lucro líquido.

Os sindicatos argumentaram em favor de rever a limitação da distribuição de PLR aos empregados a 14,46% do distribuído aos acionistas. Querem a possibilidade de chegar ao teto de 25%, possibilitado pela legislação.

Por fim, os sindicatos reivindicaram da Copel que na PLR/18 se garanta que o montante geral do lucro líquido não seja submetido a tributação antes de ser distribuído, o que leva a sua diminuição. Entendem que isso é legalmente possível. Os representantes da Copel vão analisar essas considerações dos sindicatos, entendendo que há uma justificativa lógica e plausível no entendimento das entidades sindicais.

A PLR/18 é assunto que será retomado em breve, dias 06 e 07 de junho, em nova reunião que deverá retomar a formação da proposta.

Valdir Grandini – Jornalista da Assessoria de Comunicação do Coletivo CSEC.
Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s