PACOTAÇO DE BETO RICHA PREVÊ VENDER AÇÕES E BENS DA COPEL E DA SANEPAR

beto 2Beto Richa não desistiu mesmo da ideia de vender ações da Copel e da Sanepar para aumentar o caixa de seu governo. O governo estadual enviou ontem, 16/08, para a Assembleia Legislativa um projeto de lei contendo 153 artigos, com mais de 20 temas diferentes e sem afinidade um com o outro, que os deputados e comentaristas da política paranaenses estão chamando de “pacotaço” de medidas.

Entre as principais medidas contidas no “pacotaço” está a autorização para a venda de ações da Copel e da Sanepar, desde que assegurada a manutenção do controle acionário das duas empresas pelo estado. Também está prevista a revogação do dispositivo legal que determina que o Estado deve deter, no mínimo, 60% das ações ordinárias da Sanepar, aquelas que dão direito a voto.

O governo, que é dono de 31% das ações totais da Copel, em caso de venda, poderá passar a ter somente 26,5%, mantendo-se dentro do limite legal como controlador acionário. No caso da Sanepar o governo detém 51,38% das ações totais e poderá ficar com apenas 24,83%, em caso de venda, uma redução de 26,55, mantendo o controle acionário no limite mínimo legal.

Segundo cálculos da assessoria dos deputados oposicionistas, se forem considerados os preços atuais das ações das duas estatais paranaenses, a venda deste volume possível resultaria em uma receita de cerca de R$ 1 bilhão aos caixas do Estado. O governo de Beto Richa está mirando essa possibilidade, e não para por aí, porque no “pacotaço” prevê também a possibilidade de o governo alienar, ou seja, vender, imóveis da Sanepar, da Copel e da Cohapar e renegociar dívidas com a Copel e Sanepar. Ou seja, quer permissão para vender ações e bens das duas empresas e ainda para adiar pagamento das dívidas que tem com elas.

Os deputados oposicionistas reagiram de imediato ao projeto de Beto Richa. Para o deputado Requião Filho (PMDB, líder da oposição, trata-se de uma estratégia para “cobrir o rombo de um governo perdulário, que gasta mais do que arrecada”. O deputado Tadeu Veneri (PT) chamou de “tragédia” o pacote de medidas previsto no projeto, por conter taxas que vão gerar aumento do custo de vida e por prever a venda do patrimônio dos paranaenses.

Os sindicatos do COLETIVO CSEC, vão se articular aos demais sindicatos que representam trabalhadores da Copel e da Sanepar para combater o pacotaço. A ideia é mobilizar a sociedade e suas organizações, esclarecendo os riscos futuros da pretensão do governo Beto Richa e atuar junto aos deputados pela reprovação do projeto.

Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

4 respostas para PACOTAÇO DE BETO RICHA PREVÊ VENDER AÇÕES E BENS DA COPEL E DA SANEPAR

  1. poisze56 disse:

    Engraçado,
    Parece que está tudo legal, então falar em estratégia de levantar dinheiro?
    Mas e o sindicato não quer pegar 1/30 a mais como forma de levantar dinheiro?
    Nunca soube que os empregados solicitaram estes 1/30 a mais. Então deve ter partido do sindicato quem colocou na cláusula e aos empregados acataram pois não é proposto separado este item que tira dinheiro do setor publico e tudo indica que sem ter justificativa ou transparência.
    Não vejo nada errado pois o controle ainda é público e quanto mais acionista puderem controlar o estado é melhor.
    Sindicato este posto é meio contraditório.
    Ainda estamos esperando uma justificativa, inclusive por parte da direção da empresa que não tem para os empregados 1%, mas dá 1% ao sindicato?
    O código de conduta fala em transparência e não vemos isso. Mas vamos aguardar a proposta e ver a justificativa para cada item. Se não há transparência não é conduta exemplar, inclusive do sindicato.

    O que acham?

    • poisze56 disse:

      em tempo:
      Para o caso do sindicato ser merecedor, por questão de lisura, gostariamos de palpitar que a COPEL, antes mesmo de dar a sua resposta na negociação, faça uma pesquisa interna inédita, sobre quais as cláusulas seriam as mais importantes e os percentuais extras(excluindo os legais), Os empregados priorizam. Já há uma de clima, mas uma outra como auxilio na negociação.
      Se o resultado for favorável ou similar ao que o sindicato propos e foi aceito, mudaremos nossa opinião, hj mais de esquerda e respeitaremos as proposta em sua íntegra.
      Assembléias rápidas e transparentes porém com inexpressivas votações, apesar de válidas, podem mostrar também o descrédito com alguma coisa ou desânimo em participar.

  2. quepateta disse:

    Presidente da Copel,
    Muuuuuito 10 o Prog de Remanejamento. Muiiiito Obrigado.
    Esta sendo bem visto, um sucesso.
    As pessoas procuram mudança, seja para dinheiro\promoção ou profissionalismo, ou mesmo para estar mais perto da família.
    Apenas sugiro que deve-se preocupar com o desfalque na área de origem ou com o motivo de muita gente estar ou saindo ou querendo sair daquele setor. Com certeza é algo relacionado ao clima e isso não é bom para a empresa. ´Muitos estão se jogando no programa para resolver outros problemas e no fundo não desejam. that’s all folks

  3. poisze56 disse:

    Coletas,
    A rádiopeão diz que não confia neste site por isso altos acessos, mas pouco escritos.
    Diz que o sindicato pode procurar coisas. Mas a liberdade da escrita é louvável. É só questionarem gente, Nunca afirmar som provas. Aqui é dar idéias e perguntar, sem palavrões. Responsabilidade, respeito e maturidade.

    Mas o momento do diz-que-diz é sobre o Mais energia.

    Obviamente que o caráter de quem avalia é o que fica na mídia e que motiva os colegas a permanecerem na área, ou trabalharem dispostos, ou mesmo numa linha radical, contraírem problemas.
    O que pode-se melhorar é imediatamente vincular o Energia ao POE, pesquisa de clima.
    Ou seja, áreas cujos gerentes não foram bem avaliados, nada recebem, ou recebem menos. Simples não?
    Administração isto é pra levar em consideração. por favor. Dá tempo E é uma coisa que acreditamos boa para se implementar, O equilíbrio no cabo de guerra.

    Do jeito que tá o processo. os de Melhor desempenho sempre vão ser os da gerencia, pelo critério da obviedade, logo alguém dança no final da linha é aquele que está pendurado no ultimo nó da corda e não será pleiteado. Mesmo que seja o menos energia, SE ELE NÃO MERECEU é porque o gerente foi fraco em motivá-lo ou apoiá-lo. Simples assim. logo se houver de fato um que não mereça, o gerente também, salvo justificativas sérias, não merece também.
    Simples assim

    A um ver. não é uma acusação, o principal motivo de não se conseguir a melhor para se trabalhar está na questão da política para gerentes, desde a indicação até acompanhamento avaliações mais constantes. Lembrar que os empregados avaliam a cada minuto as ações de seu gerente e tem este direito. mas na companhia se isso for percebido, o empregado que fala do desempenho de ser superior pode ser perseguido. Assim tem sido na empresa, ou não é assim?
    Colegas, se isto for resolvido. Melhor empresa garantida. Ou na ordem dos dias, famílias mais felizes e respeitadas.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s