PARA OS COPELIANOS AVALIAREM NAS ASSEMBLEIAS, RELEMBRAMOS A PROPOSTA DA PLR 2015/16

decidir plr 2Até o dia 24 de fevereiro acontecem, em todo Paraná, as assembleias onde os copelianos vão deliberar sobre a proposta resultante das negociações entre os sindicatos e a Copel, para a PLR do período 2015/16. As negociações que resultaram na proposta tiveram a última reunião no dia 30 de julho de 2015. No entanto, somente no dia 23 de dezembro do ano passado a proposta foi oficializada, porque teve que esperar o aval do Conselho de Controle das Empresas Estaduais – CCEE, criado pelo governador para controlar gastos das estatais paranaenses. O CCEE tem poder de veto sobre as propostas de negociações de salários e outros benefícios. A dificuldade e a demora em obter seu aval tem atrasado e dificultado as negociações.

Vamos relembrar abaixo qual é a proposta, para conhecimento de todos.

METAS PARA A PLR 2015:
– Rentabilidade do patrimônio líquido: 8,50%
– PMSO/Receita Operacional Líquida: 15%
– Satisfação da Qualidade Percebida – ABRADEE: estar entre as classificadas
– Rentabilidade do Parque Gerador: 92,90
– Números de Circuitos Totais de Telecomunicações: 58,2

PROPOSTA DE MONTANTE A SER DISTRIBUÍDO:

Pela proposta da empresa, o montante a ser distribuído aos empregados poderá chegar até 15% do valor a ser pago aos acionistas. A distribuição será linear, ou seja, o mesmo valor para cada trabalhador, independente da faixa salarial. De acordo com a oscilação no cumprimento das metas, o montante a ser distribuído poderá ficar entre 10,5% e 15% do montante a ser distribuído aos acionistas. Em 2013, o montante da remuneração distribuída aos acionistas foi de 52,26% do lucro líquido. Em 2014, esse montante foi de 51,62%. A expectativa é que em 2015 fique novamente em torno de 50%.

Quanto ao montante geral, o histórico do lucro líquido é o seguinte:
2013: R$ 1.072.559.550,70
2014: R$ 1.205.950.340,45

Outro dado importante para avaliar a proposta, comparativamente, é o percentual distribuído aos empregados, em relação a remuneração dos acionistas, nos últimos quatro anos:
2011: 11,16%
2012: 10,59%
2013: 13,92%
2014: 14,46%
Média dos quatro anos: 12,5%

CRITÉRIOS DE DISTRIBUIÇÃO:

A proposta de PLR apresentada pela Copel prevê também os seguintes critérios para a distribuição do montante aos empregados:

Pagamento integral: empregados que trabalharem de 01 de janeiro a 31 de dezembro; Afastados por acidente de trabalho; Afastados por enfermidade e/ou auxílio doença; Afastados temporariamente à disposição da justiça; Afastados por licenças legalmente previstas, como férias, licença maternidade, paternidade, doação de sangue e outras.

Pagamento proporcional: admitidos, desligados e licenciados sem vencimento, no ano; Empregados com atrasos (mais de 5 minutos por expediente e mais de 59 minutos por mês), faltas não justificadas e suspensões.

Sem pagamento: empregados que forem demitidos por justa causa no período de vigência do Acordo coletivo da PLR.

Os sindicatos do COLETIVO ressaltam a importância do debate e da participação de todos nas assembleias.

Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

3 respostas para PARA OS COPELIANOS AVALIAREM NAS ASSEMBLEIAS, RELEMBRAMOS A PROPOSTA DA PLR 2015/16

  1. mariatns disse:

    Não vi muita vantagem para os empregados, até porque na melhor das hipóteses receberemos algo parecido ao ano passado, isso se mantivermos o lucro anterior, a distribuição aos acionistas anterior e batermos todas as metas para quem sabe chegar a 15%. Não acredtio nisso, concerteza todos os indices já são de conhecimento da diretoria e diante da pressa devemos cair em mais uma armadilha. Na verdade todos esses cálculos são direcionados para ganharmos algo em torno de 6.000,00 a 8.000,00 no máximo. O justo seria termos as metas previamente e que o valor fosse uma porcentagem do lucro líquido. Enquanto não for assim continuo não acreditando na transparência.

    • poisze56 disse:

      TNS, concordo, a Copel é nota zero em transparência. Não se assume a responsabilidade e pronto. Quer um exemplo? avaliações em geral, não se mostra quem e quanto ganhou. O que se diz é que gerente sempre ganha, ou seja tira do empregado. Sera?
      Sindicato, parabéns pela clareza. Esclarecimento é transparência.
      Simulação para 3 níveis de salários seria a sugestão, como já foi solicitado.

  2. Estabelecer uma proporção sobre o que será distribuído aos acionistas eu acho justo. E vejam bem, o maior acionista da Copel é o governo do Paraná, que precisa de dinheiro pro caixa… A distribuição de dividendos aos acionistas deve ser de, no mínimo, 50% dos lucros, mais uma vez. Se der algo (descontado a inflação) na faixa do que deu no ano passado ou até um pouco menos, eu ainda estarei rindo a toa.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s