TRABALHADORES DA SANEPAR PROTESTAM CONTRA RISCO DE PRIVATIZAÇÃO

sel 1Em período de data-base para negociação do Acordo Coletivo de Trabalho 2015/2016, os trabalhadores da Sanepar realizaram nesse dia 21 de maio manifestações contra a venda de ações da Companhia de Saneamento, que ameaça privatizar a Empresa. Em Londrina, a manifestação aconteceu na Avenida JK, uma das mais movimentadas da cidade, em frente à estação de tratamento de água. Os manifestantes se concentraram nas calçadas e canteiros da avenida e, quando o sinaleiro fechava para o trânsito de veículos, ocupavam a rua e explicavam aos motoristas as razões do movimento.

CRÍTICAS AO USO POLÍTICO DA SANEPAR PELO GOVERNADOR

sel 2O motivo maior do protesto foi a notícia veiculada pelo jornal Valor Econômico no dia 19 de maio, onde, em entrevista, o Secretário da Fazenda do governo Beto Richa, Mauro Ricardo Machado da Costa, manifestou a intenção de vender ações da Copel e da Sanepar para ampliar o caixa do governo estadual. Atualmente o Estado detém tem 58% das ações ordinárias (com direito a voto) da Copel e 74% das ações ordinárias da Sanepar, o que permite ao poder público o controle acionário das duas principais empresas públicas paranaenses.

A reportagem do blog Coletivo conversou com vários dos saneparianos e constatou que entre eles é grande a indignação com a ameaça de venda das ações. “É muita irresponsabilidade o governador tirar recursos da previdência dos servidores e da Sanepar e da Copel para resolver problemas de caixa que ele mesmo criou”, disse um dos trabalhadores. Uma trabalhadora manifestante disse que dentro da Empresa o clima anda muito ruim, porque criaram centenas de remunerações de comissão para quem trabalhou na campanha do governador, quebrando o ambiente de profissionalismo que deveria existir. Segundo a sanepariana, essas funções comissionadas chegam a quase quatrocentas.

sel 3Ao microfone, representantes do Sindicato também criticavam enfaticamente a ocupação cargos no Conselho de Administração da Sanepar por indicados do governador, o que serve, segundo o sindicalista, mais para remunerar ainda melhor a equipe do governo, e garantir interesses políticos de Beto Richa, do que para administrar bem a Sanepar. 

Uma coisa visível e audível era o apoio popular aos manifestantes. Quase todos os carros que transitavam pela Avenida JK buzinavam em apoio à manifestação, e seguiam buzinando por um bom trecho. Pessoas dos prédios e estabelecimentos comerciais também davam apoio e acompanhavam com atenção.

Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s