Dieese: Copel tem condições financeiras de atender reivindicações dos trabalhadores no ACT 2013/14

Em documento de análise econômica produzido para subsidiar os 13 sindicatos que estão unidos na campanha salarial de 2013, o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) afirma que, com “a melhoria recente dos indicadores econômico-financeiros e operacionais da Copel, acreditamos que existam condições para que a negociação coletiva se desenvolva de forma positiva, com o atendimento das reivindicações dos trabalhadores, que anseiam por melhores remunerações, benefícios e condições de trabalho, pois são os que mais contribuem com seu esforço físico e mental para os resultados expressivos alcançados da empresa.”

Da pauta elaborada pelos 13 sindicatos a partir de sugestões dos copelianos, constam aumento real de salários de 3% e reposição de 16,21%, referentes a perdas acumuladas desde o Plano Real, além de reajuste pela inflação medida pelo INPC.

Para o Dieese, “apesar das medidas implementadas pelo governo federal para antecipar a renovação das concessões e reduzir os custos da energia elétrica no país, a Copel apresentou resultados expressivos no primeiro semestre de 2013. O lucro líquido atingiu R$ 650 milhões, crescimento de quase 30%, e receita operacional líquida chegou a R$ 4,482 bilhões, aumento de 10,61%, demonstrando que a empresa foi pouco afetada pelas medidas – mais que isso, foi até mesmo beneficiada pelas novas regras do setor elétrico.”

Apesar disso, o Dieese, que acompanha há anos as discussões do Acordo Coletivo de Trabalho dos copelianos, lembra que há “uma enorme diferença no trato da Copel com acionistas e trabalhadores”.

“Durante o ano passado, as entidades sindicais representantes dos trabalhadores da Copel já questionavam o discurso dúbio adotado pela companhia, demonstrando que o cenário negativo demonstrado pela Copel não possuía fundamentação e que as medidas implementadas pelo governo federal poderiam inclusive estimular a melhoria dos resultados econômico-financeiros futuros da empresa – o que de fato ocorreu.”

“Nos últimos anos, observa-se uma política agressiva da companhia na busca de melhorar seus indicadores econômico-financeiros, reduzindo custos na busca de maior lucratividade. Entretanto, tais rendimentos têm sido direcionados quase que exclusivamente para os acionistas, aumentando o retorno das aplicações feitas pelos agentes do mercado. Não à toa, recentemente foi elevado o percentual do lucro líquido destinado aos acionistas de 25% para 35%. Em 2012, os acionistas receberam o montante de R$ 269 milhões a título dividendos e juros sobre capital próprio. De 2003 a 2012, os acionistas da Copel receberam o total de R$ 2,3 bilhões”, anota o Dieese.

Diante desse quadro, o Dieese concluiu que “há condições financeiras para que a empresa atenda às reivindicações de seus trabalhadores. Resta saber se haverá boa vontade e abertura, por parte da direção da empresa, para que isso aconteça. Nesse cenário, se mostra fundamental uma campanha bem articulada pelos sindicatos, com o envolvimento e a união dos trabalhadores, para que a negociação termine com saldo positivo para os copelianos”.

Clique aqui para ler e baixar a análise completa elaborada pelo Dieese.

Quem é

O Dieese é uma criação do movimento sindical brasileiro. Foi fundado em 1955 para desenvolver pesquisas que fundamentassem as reivindicações dos trabalhadores. Ao longo de 50 anos de história, a instituição conquistou credibilidade, nacional e internacionalmente, como instituição de produção científica.

Visando ao aprofundamento de estudos relacionados a seus eixos temáticos, além dos trabalhos regularmente desenvolvidos para o movimento sindical, o Dieese realiza projetos em parceria com órgãos governamentais e entidades da sociedade civil, nacionais e internacionais.

Esse post foi publicado em ACT 2013/14, Notícias do Coletivo. Bookmark o link permanente.

22 respostas para Dieese: Copel tem condições financeiras de atender reivindicações dos trabalhadores no ACT 2013/14

  1. pacman171 disse:

    oq isso muda exatamente na vida da peaozada?

    • djcmancha disse:

      NADA, todo ano tem esse papo do dieese e nunca ajudou em nada nas negociações…é só papo furado…e escrevam aí…inflação e mais nada…já recebemos 1% de ganho real em maio, conforme consta no acordo coletivo de 2012/2013.
      PARAGRAFO ÚNICO
      “Os salários nominais código (1000) já reajustados de acordo com esta cláusula, em 1º de maio de 2013, serão acrescidos de 1% (um por cento). Este percentual tem caráter de antecipação de ganho real do acordo salarial 2013/2014.”
      Texto retirado na íntegra do acordo coletivo do ano passado. Alguma dúvida???

  2. patriciave disse:

    Olá pessoal dos sindicatos, gostaria de uma resposta sobre as “despromoções” que aconteceram na Copel DIS esse mês de agosto. O pessoal esta aguardando um apoio dos sindicatos sobre esse assunto, pois até o momento não tivemos nenhuma notícia…estamos ansiosos e apreensivos…

    • bau2005 disse:

      ATENÇÃO COMPANHEIROS DO COLETIVO, os trabalhadores merecem uma resposta sobre a cobrança da companheira PATRICIAVE. Não só as despromoções quanto a movimentação para não enquadrar outros companheiros com tempo e competências.
      Nem tudo é só ACT neste momento. Aguardamos vosso pronunciamentos. Fiquem com Deus.

      • coletivocopel disse:

        Ela já teve uma resposta, por e-mail, do Siemcel. Já dissemos, e lembramos, que este blog é um espaço criado por um grupo de sindicatos para reunir informações úteis para os copelianos. Mas, para um atendimento mais rápido às suas reivindicações, procure diretamente o seu sindicato. Um abraço.

    • coletivocopel disse:

      Cara Patricia, eis a resposta que o Siemcel recebeu do diretor de Distribuição da Copel:

      “De fato fizemos algumas simulações para identificar o montante financeiro necessário para realizar a promoção de alguns empregados. Acontece que durante as simulações, e antes da sua efetivação, alguns empregados tiveram acesso ao sistema o que gerou o fato relatado por você.

      “Na verdade tínhamos a intenção de aplicar as promoções conforme a simulação, porém, como você sabe, os nossos gastos com PMSO estão bem acima do referencial que assegura a sustentabilidade da DIS e achamos prudente aguardar um pouco mais até que tenhamos concluído o plano que está sendo elaborado visando o reequilíbrio econômico e financeiro da Companhia.

      “Neste momento, o nosso maior compromisso é com a manutenção do emprego. Espero continuar contato com a compreensão e colaboração de todos.”

      Att,

      Vlademir Daleffe
      Companhia Paranaense de Energia – COPEL
      Diretor de Distribuição

      Ressaltamos que, caso a resposta não a satisfaça, você deve procurar seu sindicato para avaliar quais as medidas possíveis. Um abraço.

  3. bau2005 disse:

    Infelizmente as respostas de alguns são: cri ,cri, cri…. o silencio sobre o assunto reina, fogem do assunto.

  4. Cara Patriciave, se você puder compartilhar o que foi explicado em seu e mail quanto as despromoções, ficaremos agradecidos. Pois estou trabalhando como um camelo e procurar o sindicato neste momento não é uma opção.
    Agradecido. Bom fim de semana a todos.

  5. plantao10 disse:

    E BOM FICARMOS ATENTO.
    sickboy disse:
    27 de agosto de 2013 às 11:43
    É, meus queridos… olhem o que o Requião acaba de postar em seu twitter:

    S O S Recebo a noticia que Beto Richa ,hoje, vai assinar pacto que entrega a Sanepar por 15 anos ao setor privado. Socorro.

    Fonte: https://twitter.com/requiaopmdb/status/372342896118480896

    Sinto que seremos os próximos…
    Resposta

    plantao10 disse:
    27 de agosto de 2013 às 13:11
    o pior sickboy esses sindicatos estão todos quetos, não fazem nada, não divulga, não pressiona, estão com a bunda colada na cadeira, dai quando o governo preparar tudo e a privatização estiver pronta iram querer fazer barulho mas dai já será tarde.
    P.S. eu já cobrei o presidente do meu sindicato
    AGORA VOU COBRAR AQUI TODOS O PRESIDENTES DOS SINDICATOS QUE REPRESENTAM OS TRABALHADORES DA COPEL
    PELO AMOR DE DEUS façam alguma coisa, tirem essa bunda da cadeira e divulguem para a população paranaense a importância da COPEL, cobrem os deputados para fazerem uma lei para proibir a venda ou terceirização das empresas publicas. TRABALHEM PELO AMOR DEUS.
    Resposta

  6. quepateta disse:

    Trocando de saco pra mala.
    Ta havendo a avaliação. O ENERGIA.
    1 – Deveria primeiro antes, Energizar a gerência, ou seja, antes qualificá-los.
    É muito gerente novato(sobrenome conhecido, na política, sem experiência na empresa, mas com conhecimentos políticos). Que não saberá avaliar por ser recém chegado na empresa. Então, obviamente que o critério pode ser o político, pois foi assim que ele chegou na chefia.
    2 Após comprovar a capacidade intelectual de tratar e saber avaliar pessoas, aí, sim a segunda fase, avaliar os colegas.
    3. É necessário mudanças em que o avaliado sinta confiança.
    4. Historicamente, grande maioria, que leva a maior bolada, são os indicados. Pois os aposentados tem uma frase: Promoção é para dar aos amigos. Se não tiver amigo, não tem promoção.
    Assim não há motivação e as pessoas, não tem vontade de cooperar, pois o outro leva.
    5. O sindicato está de parabéns em querer estar presente nestas situações.
    E o mais de tudo é a transparência, e o empregado, como no volei, deve poder desafiar sem sofrer consequencias. Questionar os nomes indicados a maior verbinha.

    Mas …

    Sobre se houver aumento real. A empresa está melhorando segundo o mercado, logo, poderá rever.
    Mas o que vejo é que se der X %real, vai tirar do abono, ou do mérito depois. Assim tem sido.
    Se olhar o passado, muitos verão que ganham daqui e perdem de lá e continuam na mesma. Melhoraram?

  7. plantao10 disse:

    O tempo passa e os Sindicatos não fala um “a” para combater a privatização, bundas coladas nas cadeiras😦
    Não precisa acusar ninguém sem provas, mas podem pressionar para eles não ficarem a vontade e organizando tudo para uma privatização, porque isso e o que a copel esta fazendo, deixando a empresa nos moldes de empresa privada.
    Reagem Sindicatos.

  8. plantao10 disse:

    quepateta eu não estou nem esquentando com essa avaliação, muito menos com a produtividade, essas duas artimanhas foram criadas para os funcionários darem o sangue pela empresa, vou fazer meu trabalho normal, se o Gerente querer me dar nota péssima, que de, se minha produtividade for baixa. que seja, eu não vou me matar por uma empresa que só pensa nos acionistas.

  9. pacman171 disse:

    Bom dia Peaozada!

    Nao se esqueçam que ruim ou bom dia 25 ja ta garantido… vamos brigar para melhorar nosso “faz me rir”, se a COPEL quer mais produtividade que contrate mais gente e melhore os salarios do quadro atual para nao perder os que ainda restam!!!!

    Abç´s

    E vamo pra GREVE!

  10. araponga31 disse:

    Recebi por e-mail:
    “Coisas estranhas estão acontecendo na Fundação Copel

    Pg. 114. Tribunal Regional do Trabalho – 9ª Região TRT-9 de 19/03/2012
    Tribunal Regional do Trabalho da 9ª REGIÃO
    Data da Disponibilização: Segunda-feira, 19 de Março de 2012
    Processo Nº AIRR-1158800-42.2008.5.09.0006
    Processo Nº AIRR-11588/2008-006-09-00.1
    AGRAVANTE(s) Antonio Sérgio de Souza Guetter
    AGRAVADO(s) Companhia Paranaense de Energia -COPEL
    Advogado(a) Cristina Kakawa(OAB: PR23300)
    AGRAVADO(s) COPEL Distribuição S.A.
    Advogado(a) Cristina Kakawa(OAB: PR23300)
    AGRAVADO(s) COPEL Telecomunicações S.A.
    Advogado(a) Cristina Kakawa(OAB: PR23300)
    AGRAVADO(s) COPEL Geração e Transmissão S.A.
    Advogado(a) Cristina Kakawa(OAB: PR23300)
    AGRAVADO(s) Fundação Copel de Previdencia e Assistência Social
    Advogado(a) Irineu Jose Peters (OAB: PR5010)
    O Sr. Antonio Sergio de Souza Guetter, processa a Fundação Copel, sendo que na data este senhor era o Diretor Administrativo da Fundação Copel e o advogado Irineu Jose Peters (defensor da Fundação Copel) era contratado pela Fundação subordinado ao Diretor Administrativo Sr. Antonio Sergio de Souza Guetter.
    Pode? É legal? É moral?
    Assim é fácil ganhar na justiça, assim é fácil fazer acordos vantajosos.
    E o dinheirinho das nossas aposentadorias como fica?
    Como prêmio de consolação pelos “bons” serviços prestados o Sr. Antônio Sergio de Souza Guetter foi nomeado Presidente da Fundação Copel, cargo que ocupa no momento.
    Na curta administração como Diretor Administrativo e Presidente este Sr. já dispensou (sem justa causa) mais profissionais da Fundação Copel do que todas as administrações anteriores juntas nos 42 anos de existência da Fundação.
    Por que será?
    Analisemos alguns casos.
    Num determinado departamento o gerente de carreira (aquele que entra na Fundação nos postos mais baixos e, pela sua competência e dedicação, vai subindo ate alcançar a gerência) foi dispensado (sem justa causa) e no seu lugar foi contratado um profissional (amigo dos amigos) com uma remuneração 700% a mais.
    Agora está explicado.
    Um dos itens que mais tem crescido nesta administração é a contratação de “serviços terceirizados”, serviços estes que não passam pelo crivo do conselho deliberativo.
    Por que será?
    Analisemos alguns casos.
    No departamento de informática, o Sr. em questão, contratou um profissional como gerente de departamento. Também contratou a empresa 4RESULTS (“aquele serviço terceirizado”) para prestar serviços ao departamento de informática.
    Esta empresa tem vários funcionários lotados nas dependências da FC, no dito departamento. É o gerente deste departamento que distribui o trabalho, libera horas extraordinária, adicional noturno, trabalho aos sábados, domingos e feriados (bastante frequente) e, também, aprova a Nota Fiscal referente ao pagamento a estes profissionais da empresa 4RESULTS.
    Segundo dados da Junta Comercial de Curitiba do ano de 2012, o Gerente de Informática da Fundação Copel é ao mesmo tempo “sócio proprietário” da empresa 4RESULS.
    Pode? É legal? É moral?
    E o dinheirinho das nossas aposentadorias como fica?
    Para finalizar, existe “suspeita” de contas bancárias a nome da Fundação Copel que aparecem e desaparecem sem saber para onde vai o dinheiro.
    Enquanto isso:
    As mensalidades do plano de saúde cada vez aumentam mais.
    Conforme pesquisas da própria Fundação, nunca ouve tantas reclamações como agora.
    A Fundação Copel sempre esteve nos primeiros lugares na avaliação da ANS. Segundo pesquisas recentes da própria ANS a Fundação Copel está despencando e as reclamações aumentando.
    As multas da ANS aplicadas á Fundação Copel por serviços não prestados e prazos não cumpridos já começaram a pipocar
    Por todo isto, nos aposentados e pensionistas estamos pedindo:
    1.- A saída imediata do presidente da Fundação Copel Sr. Antônio Sergio de Souza Getter;
    2.- A instauração de uma sindicância para verificar a parte econômica financeira da Fundação Copel assim como as contratações, dispensas e serviços terceirizados;
    Salvemos a Fundação antes que seja tarde
    Se você concordar:
    Mande para os seus conhecidos copelianos, aposentados e pensionistas.
    A união faz a força.
    Alguém faça alguma coisa”

  11. plantao10 disse:

    araponga31 se tiver mais alguma informação nos passe.
    Na minha visão se algum presidente ou diretor da fundação copel querer cobrar alguma divida trabalhista ela tem que ser cobrada da COPEL e GOVERNO porque são eles que indicam os cargos e sem o aval dos participantes.

  12. poisze56 disse:

    Não diria COPEL e Governo, Mas sim o R E S P O N SÁ V E L(EIS) na época, que indicou(), e consequentes que não trocaram() as pessoas da direção da FC .Administrando mal a empresa?
    Hoje de quem é a reponsabilidade?

  13. Pingback: Salários: queremos inflação reposta. E aumento real de 3% |

  14. Pingback: Nada de “cenário desfavorável”: Copel diz ao mercado que vai muito bem, obrigado |

  15. Pingback: ACT 2013/14: Dieese mostra que Copel tem condições de melhorar proposta pífia |

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s