Copel achatou sua PLR a 10% do que paga aos acionistas. Você vai ficar aí sentado? Ou vamos reagir?

A PLR dos copelianos, que já correspondeu a 25% dos dividendos pagos aos acionistas em 2005, atualmente equivale a apenas 10% do que embolsam os donos de papéis da Copel.

A conclusão vem de levantamento realizado pelos sindicatos que defendem os trabalhadores em documentos disponíveis no site da empresa – o Manual para Assembleia Geral Ordinária 2013 e as Atas de Assembleias.

Na análise, é possível perceber que a fatia dos acionistas saltou de 25% do lucro líquido, em 2005, para cerca de 38%, ano passado. A PLR, que já correspondeu a até 7% do lucro líquido, caiu para cerca de 4%.

tabelasÉ a relação entre as duas coisas (aumento substancial no percentual dos acionistas e queda também expressiva na PLR) que explica que, em 2012, a cada real pago ao copeliano, o mercado finaceiro recebeu dez reais. Em 2005, essa proporção era de um real para nós a cada quatro reais distribuídos aos proprietários de ações (veja no quadro acima).

É essa situação desfavorável aos trabalhadores que a Copel já sinalizou que quer manter em 2013. E como irá fazer isso? Ignorando a união existente entre os sindicatos e oferecendo acordos separados a cada entidade.

Assim, os sindicatos de categorias diferenciadas, que durante a greve de 2012 não resistiram à pressão das gerências e sucumbiram, assinando um acordo desvantajoso, provavelmente se verão na mesma situação agora.

E, disso, surge a pressão sobre as demais entidades e categorias, sutilmente expressa em e-mails que dizem que “a categoria A recebeu o PLR nos contracheques de abril”.

Portanto, se quisermos mudar essa situação, precisamos estar unidos. E, além disso, devemos lembrar que os sindicatos somos todos nós. Sem o apoio, a colaboração e a participação da base de trabalhadores, não conseguimos deter o rolo compressor que a empresa tentará passar sobre todos nós.

Você é o seu sindicato, deve participar dele, sugerir ideias, atitudes, e, aí sim, cobrá-lo por resultados. Só unidos e fortes seremos capazes para frear a intransigência que já se anuncia nas discussões da PLR e forçar a diretoria a sentar-se à mesa e negociar (como conseguimos, a duríssimas penas, no ACT 2012/13).

Venha conosco. Mobilize-se, participe. Ajude-nos a defender os seus direitos.

Anúncios
Esse post foi publicado em Notícias do Coletivo, PLR. Bookmark o link permanente.

45 respostas para Copel achatou sua PLR a 10% do que paga aos acionistas. Você vai ficar aí sentado? Ou vamos reagir?

  1. Mas essa discussão será como feita no acordo do ano passado? Onde a maioria que votou eram “chegados”, aprovando o reajuste que nem sequer alcançou todos da empresa? Temos que começar a campanha VOLTA REQUIÃO!!!!!!

    • d588 disse:

      ou a campanha “venha gleisi”! muitos já estão falando em privatização, e infelizmente vejo muitos companheiros torcendo para isso, já que estão prestes a se aposentar e iriam receber uma boa indenização.
      sobre a plr, chega a ser vergonhoso ler essas informações, a copel já se tornou uma empresa que atende apenas aos interesses de acionistas e políticos.

  2. poisze56 disse:

    O PT não está privatizando aeroportos, estradas?
    Onde tem lucro algum partido quewr estar lá.
    Gleisi ????

  3. poisze56 disse:

    Poroutra forma: Mostra que o sindicato tem sido derrotado ao longo dos anos.
    É fácil, se ganhar algo, foi o sindicato , tudo bonito parabéns,
    Se perdeu, não foi o sindicato, foi a falta de mobilização dos empregados que não souberam lutar.
    Perfeito

    • coletivocopel disse:

      Creio que sua memória lhe trai, caro anônimo. Ao longo do tempo, temos repetido que a força dos sindicatos é simplesmente o resultado da união da categoria (e a direção da Copel sabe muito bem disso). E a vitória que tivemos no ACT 2012/13, ao forçar a empresa a reabrir a discussão de sua “proposta final” foi fruto da união entre sindicatos e trabalhadores, como sempre dissemos.

      • poisze56 disse:

        Coletivo,
        Deixe-me lembrar que o sindicato é o representante da classe, é o sindicato quem negocia os interesses. Se o sindicato não soube negociar, e responder que foi o que a classe aceitou, então abra mão de serem Lideres sindicais e venham a ser empregados de novo, na área de origem. Somos eletricistas, técnicos, não sabemos negociar, confiamos em voces e resultados é voces que mostraram no gráfico.
        Se isso é o que voces melhor conseguiram para nós, leigos em questões sindicais, deveriam deixar outros tentarem. Admitam de uma vez por favor, voces estão fracassando a categoria é induzida, com “avanços” e o “melhor”.
        Estariam sendo manipuladas?
        Voces não entenderam o que a classe pede não está indo pra frente?
        Hoje, em clínicas de saúde, o profissional, até sabe o nome dos diretores responsáveis e sabem que o sindicato está fraco, frente a outros como o dos bancários, como exemplo.
        Um prof de saude nos periodico, perguntou se era verdade que a diretoria fazia a gente ter que limpar o ambiente? Defendi a empresa, mas o que responder quando a segunda pergunta foi dos supersalários (com relação ao nivelamento público) dos diretores? A empresa está com uma doença política grave na empresa. nunca antes descarada, ironica.

      • poisze56, você é filiado ao seu sindicato de representação? Se não é filiado, tá em tempo. Se você quer mudança, participe e mude quem lhe representa. Só reclamar, dizer que é leigo e terceirizar pros outros é fácil, não acha?
        E quem te disse que isso (que está no fim do gráfico) é “o que nós conseguimos”? Isto é o que tenta ser enfiado goela abaixo pela Copel, sem negociação. Por isso, qualquer proposta de pagamento, este ano, será deliberada em assembleia dos trabalhadores. E quanto ao pagamento do ano passado, pode vir a ser considerado como um mero abono e não PLR, por causa da ausência de negociação.

  4. pacman171 disse:

    vamos iniciar uma operação tartaruga ja na segunda feira!!!!

    ou vamos ficar parados e receber o titulo de frouxos novamente?

  5. personavenia disse:

    Voltaire já dizia:
    “Para saber quem controla sua vida, descubra simplesmente quem voce não tem permissão para criticar.”
    Frase retirada do http://www.facebook.com/MovimentoContraCorrupcao
    Ou melhor, no caso, controla ou a família ou um peso no orçamento familiar.
    Hoje na empresa, é comum uma família ser desrespeitada por alguns que se dizem nos cargos apropriados, sentem-se poderosos, a arrogância é prazerosa diante do medo do empregado de perder o emprego, falam conversinhas, que não emplaca. Por isso a politicagem está cada vez mais se acentuando.
    Não critique e será perseguido. Quantas frases do tipo. “Nada fale que pode vir a te prejudicar.” são ditas numa evidente ameaça. Normalmente isso aparece se analisarem os vários cargos designados e a meritocracia ou promoções. Façam uma análise profunda e verão o que a lei diria sobre as ações de grupos, comissão que se une em favor da politicagem e angariar adeptos .
    Quantas pessoas que foram treinadas a um alto custo já foram embora, e os concursos chegando, só vejo gente estudando. Para melhorar de vida futura.
    “Isto é uma v e r g o n h a” (esta é do Bóris). Isso é prevaricação, não é?
    Advogados, o que fazer para ajdar a empresa e por tabela os empregados? Sindicato voces tem advogados não tem?

  6. popular1real disse:

    MAIS UMA PALHAÇADA DO SINDICATO…VAI “ATIÇAR” O POVO…TODO MUNDO “REVOLTADINHO”, PRA NO FINAL ACONTECER A MESMA PALHAÇADA E O PIOR, COM TODO MUNDO RECEBENDO A PLR LA NO FINAL DE JULHO, AGOSTO..ACORDEMMM, O CENÁRIO MUDOU..A ECONOMIA MUDOU..EM TODO O LUGAR…Nao adianta termos essa postura reacionária…o PLR vai serr isso e pronto..vamos aceitar logo de uma vez…nao vamos sofrer novamente como foi com a greve e a conquista “SENSACIONAL” do sindicato de 80 % de aumento…ridiculos

  7. Bom… pelo visto vai começar toda aquela novela de novo que vai acabar atrasando o pagamento da PLR igual atrasou o pagamento do ACT ano passado… ainda bem que não fiz compromisso com essa PLR. Hora que cair na conta caiu e boa… vou passar raiva com isso mais não. Acabei de ser passado para 8 horas e to feliz da vida. Boa sorte para vocês aí… o que vier pra mim é lucro.

  8. Diego Fracaro disse:

    E o que o sindicato pretende fazer a respeito, para reverter este quadro?
    Unidos e fortes é a proposta, mas então, há uma outra estratégia, fazemos parte do lucro tanto quanto qualquer um, trabalhamos pra isto.

  9. araponga31 disse:

    Já viram essa? http://www.canalenergia.com.br/zpublisher/materias/Empresas.asp?id=20966 Oficialização da privatização. Apertem os cintos…

  10. poisze56 disse:

    Sindenel blogstpot

    segunda-feira, 15 de abril de 2013
    Beto Richa dá primeiro passo para a privatização da Copel

    O Estado do Paraná, acionista majoritário, começa a dar os primeiros passos para a privatização da Copel (Companhia Paranaense de Energia), segundo informações do CanalEnergia.

    A partir do dia primeiro de março estará aberta a licitação, na modalidade de concorrência internacional, para a contratação de empresas para fazerem a avaliação econômico-financeira e também a modelagem do negócio.

    A partir da escolha das empresas é que será definido um cronograma de privatização da Copel. A estimativa é de que o processo de modelagem do negócio, que definirá se as ações da empresa serão vendidas em bloco ou pulverizadas, dure entre três e seis meses.

    Procurada pela reportagem do CanalEnergia, a Copel não quis falar sobre o assunto, a cargo da Secretaria de Fazenda do Estado do Paraná.

  11. patriciave disse:

    Pessoal, não acreditem em tudo que falam, de uma olhada nessa matéria. Esse negocio de privatização é coisa do passado…
    http://www.canalenergia.com.br/zpublisher/materias/Negocios_e_Empresas.asp?id=94769

    • araponga31 disse:

      patriciave, creio que você não leu atentamente as matérias postadas anteriormente, específicas ao nosso caso. O PSDB voltará a cometer os mesmos erros de sempre, parece que não aprendem. Aviso a todos que leem: é bom preparar-se psicologicamente porque a coisa está ficando séria e vai ficar séria.

      • poisze56 disse:

        Tá estranho,
        Altos salários para diretores, reestruturação da empresa, as vezes adaptado para uma pessoa e não para a empresa.
        A empresa está sendo usada para barganha política?
        Será que tão ajeitando um pouco a vida de alguns antes da vebnda?
        Mas do jeito que tá? Não é melhor vender?
        As privatizadas estão dando apagões? As privatizadas não investiram.
        A Aneel pressiona para a empresa modelo, será que é para venda?
        Empresas não conseguem construir na área elétrica por incompetência?
        E a MP de repente gerando caos?
        Querem que o empresa, faça mais com menos, e o empregado, tá cansado e só consegue fazer menos e quer mais. Será o desânimo, o descrédito?
        O Carater da empresa está em cheque, Código de conduta?
        Rádio peão meio perdida e me parece que a diretoria não se define.
        Ah! e o sindicato? O que pensa?
        Tá estranho?

    • dark0513 disse:

      O governador Beto Richa (PSDB) teria determinado a privatização da Copel com medo de enfrentar um poste chamado Gleisi Hoffmann (PT).

  12. dark0513 disse:

    tucano nao vive sem privatização assim como noiados não vivem sem crack

  13. araponga31 disse:

    Caro poisze56,
    É lógico que a Copel está sendo usada de barganha e para encaixe de aliados políticos. Só que com o PSDB, isso está descarado. Os caras não aprendem com os erros do passado.
    Eu entendo o teu ponto de vista de “dono de empresa”. Eu acho que a privatização é boa em alguns aspectos, principalmente em relação a competitividade no mercado. Não precisa estar sujeita à administração pública, que só controla as atividades fins. De resto, é capitalismo selvagem, o que É BOM PARA A EMPRESA.
    Veja o caso da telefonia, surgiram várias empresas, aumentou a oferta e baixou o custo. Porém, o serviço é péssimo, assim como as condições de trabalho, principalmente pelo enxugamento de pessoal. Lembro quando as telefônicas foram privatizadas e onde trabalhavam 5, 4 foram mandados embora.
    Como a Copel, em tese, não precisa competir porque atua em monopólio, não vejo a privatização como uma boa saída para os problemas. A gestão da empresa é que está falha e não a base dos serviços.
    Eu acho que não só a maioria dos empregados da Copel serão prejudicados com a provável privatização, mas a população do Estado. Eu penso como empregado e consumidor e não como dono de empresa. Não terei como escolher de qual empresa comprar, como acontece na telefonia.
    Ontem, o clima já estava pesado nos corredores. Só sei que não quero passar por todo esse estresse de privatização que ocorreu no passado e que voltará agora. Se der, saio antes. Já apertei meu cinto e dobrei meu paraquedas.

    • Devemos estar sempre alertas contra toda a forma de privatização de setores vitais à população, como é o caso da energia. Se o Estado (e não os governos, que são passageiros) tem problemas na administração de empresas públicas, devem ser aprimorados a legislação e todos os processos de fiscalização e de cobrança por parte da sociedade, para punir (aí sim) governantes que desviam sob diversas formas a finalidade pública de uma concessão.
      Empresas privadas NUNCA vão buscar o melhor para a sociedade. Têm o objetivo único de gerar lucro pros seus donos/acionistas.
      Quando você diz que “capitalismo selvagem é bom pra empresa”, creio que deveria corrigir “pros donos/acionistas da empresa”. É só ver o que aconteceu (e ainda acontece) em empresas privatizadas do setor. Como a Cemar, onde a “Pennsylvania Power & Light” ganhou a concessão e passou como um vírus enviando os lucros pro exterior, sucateando a empresa e pulando fora.
      Quanto ao setor de telefonia, cê tá enganado. Só nos 10 primeiros anos pós-privatização, o custo médio por família aumentou cerca de 1000% num cenário de inflação de menos de 200%. E isso só falando da telefonia fixa. O custo da telefonia celular no Brasil é um dos mais caros do mundo, com a mesma tecnologia global de qualquer outro lugar. Por que será? Interessante que até estatais de outros países vieram aqui comprar e lucrar com as nossas empresas públicas. Bom negócio pra quem?

      • personavenia disse:

        1-Bom, sobre a telefonia, deve gerar muitos impostos para o governo, por isso os incentivos. milhões de tablets que se conectarão e em 4G a um custo alto,
        Bom negócio para o governo.
        2-O problema é a regulação, que anda meio desorientada. Deixa primeiro acontecer pra depois multar algo que já se sabia.
        A qualidade não está boa, mas funciona, mas … considerado o custo deveria estar melhor.
        3-Parece que a Cemig está em greve, mas ela não teve um bom lucro e soube administrar a MP ? É o que estão falando na DIS.


        4 – “Quando você perceber que, para produzir, precisa obter a autorização de quem não produz nada; quando comprovar que o dinheiro flui para quem negocia não com bens, mas com favores; quando perceber que muitos ficam ricos pelo suborno e por influência, mais que pelo trabalho, e que as leis não nos protegem deles, mas, pelo contrário, são eles que estão protegidos de você; quando perceber que a corrupção é recompensada e a honestidade se converte em auto-sacrifício; então poderá afirmar, sem temor de errar, que sua sociedade está condenada”. Ayn Rand.

    • quepateta disse:

      A frase do personavenia deve terminar assim:
      “…se converte em auto-sacrifício; então poderá afirmar, sem temor de errar, que a empresa está condenada”.
      Esta frase deveria estar em todas as salas de cargos administrativos e gerenciais.
      que aliás é sala de cargo político, de favor político, de benesses.

  14. dark0513 disse:

    ok, pessoal, noticia falsa de 2001, até que alivia um pouco, mas a piada sobre o medo do betinho pelo poste chamado gleisi hoffmann pode continuar, não?

  15. araponga31 disse:

    Ulisses,
    Quando disse “bom para a empresa”, foi no sentido “empresa privada e seus donos”, mas não seus empregados.
    Levantei a questão da telfonia porque pude acompanhar de perto. Sobre custo, em comparação a outros países, é alto, mas em comparação ao que era antes da privatização, barateou bastante (assim como o serviço ficou péssimo). Tanto que ter uma linha de telefone era investimento, impensável nos dias de hoje.
    Não estou baseando meus comentários apenas nas notícias das quais não sabemos as datas. Mas estou tirando conclusões em cima das mudanças estruturais da empresa. Está visível o processo de privatização. Só não vê quem não quer. PL baixa ou inexistente, salários defasados, centralização, trabalhadores desmotivados e fazendo greve depois de 20 anos, estudo sobre terceirização de agências, presidente capitalista ao extremo, diretoria política, etc.

    • Beleza, entendi sua manifestação, araponga, só quis esclarecer.
      Concordo que, por mais que digam que não, o atual governo do estado e a direção da companhia têm visão privatista. Estamos de olho.
      Mas gosto de debater esse assunto da privatização da telefonia no país, pra mim um crime lesa-pátria ocorrido há quase duas décadas. E pelo qual ninguém pagou. Perto dele, o dito mensalão é troco.
      O custo da telefonia barateou porque as tecnologias baratearam. Era absurdo de caro manter uma central telefônica até a década de 90. Lembrando que elas chegavam a ocupar vários andares de prédios das companhias telefônicas pra atender um número muito menor que hoje de clientes. Pagava-se caro pela linha e, além disso, havia subsídio para o setor, ou então seria inviável.
      Quando começaram a aparecer tecnologias digitais que baratearam em muito o acesso à telefonia, o Consenso de Washington, via alguns de seus representantes do país, como FHC e Sérgio Motta, tiveram a brilhante ideia de oferecer aquele promissor mercado aos investidores internacionais.
      Primeiro, cortaram todos os investimentos, pra dizer que o país estava atrasado. Na nossa Telepar, por exemplo, que era referência no setor, teve um presidente (que hoje é senador da república) que sentou em cima de todo o plano de expansão da empresa e promoveu o sucateamento dela.
      Depois, veio a “cura”. Decidiram que só a iniciativa privada poderia salvar. Mas os coitadinhos não poderiam assumir aquele setor sucateado, então o Estado despejou dinheiro e entregou um setor pronto pra usar e faturar. Por uma bagatela.
      Pra completar, ainda inventaram uma agência reguladora que foi sempre dominada pelas empresas. Ela avisava de antemão o dia e local em que iria fazer auditoria pra dar tempo de preparar um cenário fictício de funcionamento. Assim, desde o início as empresas (que não são empresas de telefonia, mas empresas de ganhar dinheiro fácil) prestaram serviços horríveis e cobraram muitas vezes mais do que deveriam.
      O duro é ver gente no atual governo federal ainda negociar benesses pras empresas em troca de melhorias que deveriam ser nada menos que obrigação. De revoltar o estômago…

      • poisze56 disse:

        Concordo em partes.
        Subsídio é prejú se a sociedade já pode realizar a atividade. Ag reguladoras tem que existir independente do modelo publico ou não. Porém o problema é a honestidade de seus dirigentes. daí nada funciona mesmo.
        A Telepar na ocasião ficou anos com péssimo atendimento. Então não foi so de uma pessoa(presidente),. No país, levava-se até dois anos de esepra a milhares de dólares, por uma linha fixa. em São Paulo, uma linha chegou a valer na época 100000, hoje algo como um ap médio padrão.
        Nenhum modelo dará certo com pessoas que querem encher o próprio bolso.
        Seja publico ou privado. Na ocasião, havia tecnologia modernas e no Brasil não havia interesse em investir. O produto havia demanda e colocava-se o preço e o tempo que desejasse, sem contar o péssimo atendimento.
        Convenhamos, Mudou, Mas, não foi a tecnologia, foi a necessidade para que o país progredisse um pouco mais. Hoje os serviços de comunicação dão um bom quinhão para o governo. Sem contar que deve existir propina das empresas para seus interesses em explorar o povo. Mas o governo arrecada muito. POderia, sim o governo atual isentar mais, espero ter passado o recado.

      • poisze56 disse:

        e ainda, o problema da privatização foi o como foi feito, valor da venda etc. A idéia sim foi boa, mas infelizmente a desonestidade

      • tonzinho41 disse:

        Ulisses : Novidades da reunião de quinta-feira?

  16. Onde fui me meter… eu que larguei meu emprego a um ano e meio atras… para tudo isso? TRISTE

  17. eletricistasdo disse:

    é jardel se prepara que é o começo do fim….com certeza vão privatizar mais cedo ou mais tarde,,,eles querem grana.

  18. Xunda Silva disse:

    A cada dia o clima na Copel esta pior, rumores e boatos nos corredores cada vez piores, gerentes com cobranças de produtividade e controles absurdos, entrei na Copel pensando em me aposentar nela, mas a cada dia acho que não vai ser possível isso. E se forem privatizar? cortar funcionários? boatos falam em 40% do quatro funcional, extinção de todas as áreas de serviços, será que o povo do Paraná, funcionários, familiares, vão botar a cara na rua,vão protestar? estão acabando com a empresa de dentro para fora, e parece que ninguem esta fazendo nada…

    • quepateta disse:

      A Percepçao é a de que a copel vai parar, mas não por uma greve. os puxa-sacos, sinonimo de politico na empresa, estão aumentando. Gente, é muita gente que não ordenha e quer a teta, com a saída do PDV, quem é puxa não trabalha, diz que trabalha e pega o suor do outro , passa no seu corpo e sai mostrando pra todos que ele tá suado.
      Golpe.
      Tá infectada a empresa. daí nenhuma empresa aguenta tanta gente sem trabalhar, e como ficam menos, vai ser impossível administrar a gerencia irá cobrar mas não do peixe e sim do peão honesto, o comprometido, consciente do dinheiro público. Não tem tanto leite pra políticos. daí, os puxas perceberam que já sugaram tudo e o que resta é melhor vender.
      Esperem pra ver se algo não mudar.
      Tem que ter a volta da avaliação de desempenho com um quadro a mais, nível de babaoovo. AH AH AH

  19. VOCES QUEREM AJUDA SINDICATOS? PRA QUE? PRA PULAREM FORA COMO ESSA NEGOCIATA MEDIOCRE(ACT 2012-2013) QUE A DIRETORIA PARASITA ESTÁ GARGALHANDO ATÉ HOJE? FAÇAM UMA COISA SÉRIA SEM VOLTAR ATRÁS POR MISEROS 1%, ESSA EMPRESA SIMPLESMENTE NÃO FUNCIONA SEM ENGENHEIRO, TÉCNICO, E FICA SIMPLESMENTE ENGESSADA SEM ELETRICISTA E LEITURISTA.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s