A volta dos que não foram

(28/02/2013 – Coluna de Celso Nascimento, Gazeta do Povo) Em janeiro, Beto Richa tirou o livreiro e administrador Fernando Ghignone da presidência da Sanepar, na esperança de preencher seu lugar com Orlando Pessuti, coerente com estratégia de dar presença ao PMDB no seu governo. Anteontem, Pessuti disse definitivamente não. Ghignone, que estava escalado para a presidência da Copel, nem chegou a assumir o cargo – ficou vagando no espaço esse tempo todo, enquanto o presidente da Copel, o engenheiro elétrico Lindolfo Zimmer, dedicava-se todos os dias a arrumar suas gavetas para aguardar o sucessor.

Enfim, ontem, após os meses de agonia provocados pela indecisão de Pessuti, Ghignone foi renomeado para a Sanepar com direito a cantar “Ói nóis aqui traveis”, de Adoniram Barbosa. Até aí tudo até parece normal, embora nunca se tenha visto antes episódio igual de meia-volta-volver na administração estadual.

O que não é normal é que, se Ghignone deveria substituir Zimmer é porque este não estava – aos olhos do governador – dando conta do recado. Caso contrário, não haveria razão de tirar um técnico dos quadros da empresa para pôr no lugar um executivo não afeito à área de energia, presidente de diretório do PSDB. É a técnica brigando com a política; e a política estava ganhando.

Então, vêm as perguntas inevitáveis: se até anteontem a presidência da Copel deveria ser mudada e ocupada por um político, Zimmer ainda corre perigo de perder o posto? Se, com a súbita reviravolta, Zimmer já pode se considerar livre da ameaça de exoneração? Isto significa que o governador reviu os conceitos que tinha sobre ele? E que se convenceu que é melhor deixar a Copel nas mãos de um técnico?

Para completar o dia, enfim o governador bateu também o martelo em relação à Secretaria do Meio Ambiente, entregando-a ao PMDB na pessoa do deputado Luiz Eduardo Cheida. O ex-secretário Jonel Iurk, indicado pelo PP, não ficou ao relento: vai ocupar uma diretoria da Copel, subordinado a Lindolfo Zimmer.

Anúncios
Esse post foi publicado em Saiu na imprensa. Bookmark o link permanente.

4 respostas para A volta dos que não foram

  1. personavenia disse:

    É claro que o negócio é salário alto, logo pressão na política. distribuição de verba pública para fins eleitoreiros.
    Olhem que noticia bacana
    http://www.maskate.com.br/noticia-item.php?idN=1963#.UTB0TFFLui8
    Na Empresa, um gerente consultor ganha mais de 15000,00 e olha que tem estagiário que faria melhor.
    Plenos, seniores e consultores, que pouco fazem e seu trabalho não trazem o lucro esperado.
    Imaginem 15000, deve trazer uns 30000, já com lucro.
    Alguém tem essa capacidade? Não? Então os que não tem é encosto político.
    …pelo ralo e pessoas doentes precisado da grana …
    Adorda direçção, moraliza a empresa, de um basta no companheirsmo do dindin publico

  2. poisze56 disse:

    Acordar? Isso existe há 50 anos. Reduzem o vale estacionamento curso, limpeza e outros mais, porém as GFs dos amigos, não. Inventam mudam, mas as GFs ainda continuam. Depois falam em MSO. Façam os consultores que não trabalham direito entrar na linha e provar a capacidade do salário. que mostrem seus resultados. (SEU) e não o do outro a que se pendurou, normalmene um JR.
    Ouvi que há gente sem muito fazer pois o depto é pequeno e está lá só pra fazer número. Sem atividade, É verdade povo copeliano ?
    MSO é GF também correto povo?

  3. personavenia disse:

    Pois Zé,
    Parece que nossos comentários estão sendo observados pela Diretoria.
    Obrigado direção. Ouvi um zumzumzm da R peão que algumas superintendência e dptos tem que diminuir, (a Supte deve ser extinta por nãosomar de fato e não de idéias de que fazem) Assim evita que os que deram PF5 deixem as gerências vagas para os seus afilhados.
    Muitos que escrevem querem ajudar e espero que o que escrevem sejam verdades.
    vlew

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s