Recado dado: 70% dos copelianos cruzam os braços, e centenas dão corpo e voz a manifestações por todo o PR

Os trabalhadores da Copel mandaram mais um recado em alto e bom à direção nesta quinta-feira (22), quando 70% deles cruzaram os braços na primeira paralisação em 23 anos. A adesão foi maciça, e se comprova facilmente pelas dezenas de fotos e manifestações em nosso blog e nas redes sociais.

Uma parte considerável dos colegas não apenas cruzou os braços como, munidos de faixas, buzinas, apitos e outros acessórios, foi para a frente das sedes da empresa dar corpo e voz à nossa insatisfação. Em Curitiba, 800 pessoas bloquearam a Rua Coronel Dulcídio, no Batel, numa manifestação que durou toda a manhã.

No interior, os protestos reuniram 300 pessoas em Cascavel, 250 em Londrina, 200 em Maringá, 200 em Ponta Grossa, 50 em Cornélio Procópio. Em algumas cidades, a adesão foi total – caso de Paranaguá, segundo informou o presidente do Sindelpar, Paulo Sérgio dos Santos, em entrevista coletiva com participação dos principais veículos da imprensa paranaense no início da tarde desta quinta (leia os principais trechos a seguir).

“Em Francisco Beltrão, Toledo e Pato Branco, mais de 80% do pessoal cruzou os braços. A categoria mostrou sua indignação. O recado à direção da Copel foi dado, em alto e bom som. E, se a atitude intransigente for mantida, vamos convocar uma greve por tempo indeterminado”, avisou o presidente do Sintec, Solomar Rockembach.

Já há nova paralisação aprovada, desta vez para os próximos dias 29 e 30. Espera-se que, até lá, a direção da Copel tenha o bom senso e a humildade de reabrir as negociações com os trabalhadores da empresa.

“Momento histórico”

“É um momento histórico. Desde 1989 os copelianos não saíam às ruas para protestar contra a direção da empresa. Os empregados sentem que há algo de errado dentro da Copel, e lutam para que população saiba disso. Mesmo sendo uma empresa mista, o acionista majoritário ainda é o estado. Copel gastava R$ 686 mil com diretores em 2010, antes mais de R$ 1,1 milhão dois anos depois. São salários de gestores de empresas privadas”, lembrou Luis Eduardo Nunes, secretário-geral do Sindenel.

“Nunca fechamos as portas para a negociação. Quem mantém uma atitude radical e intransigente é a direção”, lembrou Eduardo. “O que os copelianos não aceitam mais é um Acordo Coletivo sem aumento real de salários, enquanto a média do setor elétrico, este ano, é de aumento real de 2%”, afirmou Ulisses Kaniak, presidente do Senge-PR.

“Para os acionistas, a direção da Copel aumentou de 25% para 35% a fatia nos lucros. Os gastos com a direção subiram 60% em dois anos, segundo documentos da própria empresa. E a fatura mais uma vez é apresentada ao trabalhador, para quem o cenário é sempre desfavorável. Este ano, o nível de descontentamento atingiu o limite e levou às manifestações, graças também à união das entidades que representam 97% dos empregados da Copel”, lembrou Ulisses.

“Essa paralisação, na verdade, começou a se desenhar após o ACT 2011/12, quando fomos atropelados pela truculência da empresa, que ameaçou em vídeo distribuído pela diretora de Gestão Corporativa que teríamos que aceitar a proposta. Os empregados sentiram que, sem mobilização, seria a mesma história este ano”, argumentou Paulo Sérgio.

“Na hora do ACT, a direção não negocia. Apresenta proposta fechada, diz que é final, porque senão a empresa pode quebrar. Mas há dinheiro para comprar um avião de R$ 18 milhões (sem contar os gastos com manutenção). Para o mercado financeiro, a informação é de que a situação é tranquila, saudável. Para trabalhadores, diz que aumento salarial gera risco de quebra. Alguém está sendo enganado”, disse Solomar

“Apagão técnico”

“Essa paralisação serve, também, para reafirmarmos a defesa do patrimônio do povo paranaense. A direção da Copel quer demitir 1.500 pessoas, principalmente os funcionários mais antigos, sem que haja profissionais com a qualificação necessária para dar sequência ao trabalho. Isso coloca em risco a sequência do bom trabalho da empresa. Podemos ter uma apagão técnico”, alertou Solomar.

“Passamos por um momento de precarização dentro da Copel. Cada empregado executa três, quatro funções diferentes, é sobrecarregado, mas não tem valorização salarial. Lucro da Copel quem gera é o corpo de funcionários, e não os nove diretores que estão lá temporariamente”, lembrou Eduardo.

Assédio moral

“Ainda não recebemos uma resposta formal ao resultado das assembleias, enviado no dia 12 à direção. Ontem, no fim da tarde, veio uma ameaça de dissídio coletivo. No meio tempo, houve muita coação para afetar o movimento dos trabalhadores. Que não levou a nada, pois hoje paramos a empresa”, disse Ulisses.

“Isso num cenário em que há muito receio de represálias, pois parte dos gerentes foi muito truculenta com os trabalhadores para que não aderissem, o que é uma pena de se dizer de colegas de trabalho. Diretoria tem de estar ciente disso e coibir, do contrário podemos dizer que Copel pratica assédio moral, o que aliás tem sido comum neste governo nas empresas públicas do Paraná”, lembrou.

Na Justiça, Copel tenta, mas não consegue proibir manifestações

Os advogados da Copel foram à Justiça em busca de decisões que proibissem as manifestações dos trabalhadores, chamadas de interditos proibitórios, em linguagem jurídica. Mas não convenceu os juízes. “De plano, não se pode ignorar o direito legítimo de greve consagrado na Lei Maior em seu artigo 8.º, o que torna então regular e lícito o movimento paredista decretado pelas entidades sindicais”, replicou o juiz do Trabalho Claudio Salgado, que analisou um dos pedidos em Curitiba.

“Não se pode então utilizar a ação de interdito proibitório como meio de contra-pressão patronal, mas é isto o que de fato se vislumbra da intenção das requerentes (a Copel), isto no sentido de esvaziar o movimento paredista, já que, reitera-se, eventual ilegalidade da greve não é matéria a ser aqui enfrentada, sendo que o fato de uma ou outra categoria ter aceito as propostas patronais não quer dizer, por si só, que sejam adequadas e razoáveis, sendo irrelevante que alguns sindicatos profissionais celebraram ACTs com as autoras”, afirmou. Clique aqui e leia toda a decisão.

Também para dificultar o protesto dos copelianos, a direção mandou que se estacionassem carros da empresa (que são, vale lembrar, patrimônio público) ainda na noite de quarta-feira em frente à sede da Coronel Dulcídio. Os veículos passaram a noite ao relento, sob risco de furto ou danos. De nada adiantou – as centenas de trabalhadores presentes tomaram a rua, o que forçou o fechamento de duas quadras da via.

Anúncios
Esse post foi publicado em ACT 2012/13, Notícias do Coletivo. Bookmark o link permanente.

98 respostas para Recado dado: 70% dos copelianos cruzam os braços, e centenas dão corpo e voz a manifestações por todo o PR

  1. Pingback: TV Senge exibe imagens da manifestação na Copel e incidente com a PM

  2. d588 disse:

    parabéns a todos nós que fizemos desa paralisação um grande empecilhos aos planos descabíveis dessa diretoria, espero que no final do mês quem foi OBRIGADO a trabalhar nesta quinta possa fazer sua voz ser ouvida também.

  3. d588 disse:

    agora caso seja levado a dissidio (além das denuncias de assedio moral), a copel não corre o risco de perder a certificação iso?

  4. pacman171 disse:

    muito me adimira a PM q tem radios e viaturas financiadas pela COPEL, funcionarios do mesmo patrao e PEAO igual copeliano usar d violencia de forma covarde…. Eh brincadeira!

  5. plantao10 disse:

    A CBN maringá exibiu uma reportagem hoje a tarde onde uma diretora diz que 60% do funcionários ganham R$ 4.000,00 por mês de linha 1000 e mais algumas coisa, o sindicato tem que pedir direito de resposta para CBN, porque essa diretora esta tentando jogar a população contra os funcionários.
    No site da CBN normalmente a noite eles colocam a reportagem.

  6. FOI AGREDIDO? SE CONSEGUIR REGISTRAR DENUNCIE, FAÇA B.O., VAMOS QUEIMAR O FILME DO BÉTÃO, TÃO PENSANDO O Q?

  7. E o pior de tudo é saber que apesar de toda essa LUTA não vai acontecer nada…. A empresa não vai voltar a negociar e vamos ficar a ver navios…

  8. Torço para que eu esteja realmente enganado pacman171… porém acho que se empresa quisesse realmente negociar já tinha o feito e teria evitado a paralização…. ou não?

    • pacman171 disse:

      quantas pessoas q vc conhece tem ciencia q a copel comprou aviao, banca salarios de 50 mil, financia campanhas como a do ducci, é um caixa garantido para interesses do governo? agora calcule se o Betinho tem interesse q isso apareça em toda midia…
      Pense bem! acho q vc é como a maioria dos copelianos (os quais eu qualifico como baba ovo) que nao tem a minima noção da força politica que tem… Se mantenha unido com o grupo e busque informações sobre a compania q vc trabalha… vai descobrir q sua boca fechada vale muito $$$

    • thinkmoreand disse:

      Caros colegas, primeiramente parabéns a todos os que mostraram dignidade e força no dia de hoje, em segundo devemos lembrar da luta de todos os trabalhadores dos mais variados setores da economia que neste ano cruzaram os braços e se mantiveram unidos em busca de melhorias trabalhistas – e conseguiram-. Vamos nos manter unidos e lutar pelo que é justo e de direito. Na próxima paralisação caso seja necessária – e esperamos que não-, vamos estar ainda mais fortalecidos pois o que os trabalhadores demonstraram neste dia é que estão dispostos e firmes no propósito.
      Grande abraço à todos

  9. SE A EMPRESA NÃO SE MANIFESTAR, GREVE DE NOVO, NÓS DA COPEL DE FATO, COPELIANOS, PRESTAMOS UM SERVIÇO PÚBLICO ESSENCIAL QUE É O DE ENERGIA ELÉTRICA, SE NÃO HOUVER NEGOCIAÇÃO DECENTE DESSA DIRETORIA, GREVE POR TEMPO INDETERMINADO.

  10. Pacman… acho que voçê está redondamente enganado… não preciso ir atráz de informações da empresa porque já trabalho nela a mais de 10 anos. Segundo apenas fiz um comentário sem maldade quando a posição da empresa para conosco.

    Ofendi alguém? Sinceramente acredito que não.

    Sendo assim, respeite mais os seus colegas de trabalho… pois como muitos dizem a união faz a força.

    Um abraço especial aos colegas de Cascavel que permaneceram firmes e fortes na frente da empresa hoje. O pão com linguiça estava dimais!!!

    Abraço

  11. eletricistasdo disse:

    quero saber sobre isso.”””””“Apagão técnico”

    “Essa paralisação serve, também, para reafirmarmos a defesa do patrimônio do povo paranaense. A direção da Copel quer demitir 1.500 pessoas, principalmente os funcionários mais antigos, sem que haja profissionais com a qualificação necessária para dar sequência ao trabalho. Isso coloca em risco a sequência do bom trabalho da empresa. Podemos ter uma apagão técnico”, alertou Solomar…………………………………..O QUE O SINDICATO VAI FAZER SOBRE ISSO ?ESSAS DEMISOES SÃO VOLUNTARIAS?TIPO PDV OU ARBITRARIAS.

  12. djcmancha disse:

    Galera, a Copel está tentando passar a imagem que 85% dos trabalhadores estavam trabalhando hoje, o que é um baita mentira, como podemos ver nas reportagens. Caso seja necessário dia 29 e 30 temos que aumentar mais ainda esse coro, principalmente com aqueles que quiseram parar e ficaram receiosos. Vamos aguardar o resultado dessa paralisação, e ver se a ameaça que a Copel fez de entrar com pedido de disidio na justiça caso os sindicatos não assinem o acordo coletivo em 72 horas…mais uma ameaça….

  13. Que vergonha a Policia militar agindo como ladrona e roubando uma caixa de som..aiaiaiiaia
    Quem pensa em fazer concurso para a Policia pense bem,olha ai o que eles fazem….

    • araponga31 disse:

      Colega, policia é bom só quando realmente você precisa dela. Se não, passe longe deles. Eles são despreparados psicologicamente para enfrentarem situações de estresse. Fatos como o de hoje e o da torcedora agredida aqu em Curitiba demonstram isso. Porém, se os grevistas lutam pelo seu direito, devem garantir o direito alheio de ir e vir e não cessar o trânsito como ocorreu. Mas nada justifica a atitude, que fique bem claro.

  14. araponga31 disse:

    Caros colegas, parabéns pela iniciativa e coragem que tiveram hoje. Como alguns daqui puderam notar, votei sim e não paralisei hoje, mas mesmo assim, fiquei orgulhoso de vocês. Eu achei que daria em nada e a paralisação, mesmo que parcial e inexistente em muitos locais, chamou a atenção da mídia. Se houvesse uma organização melhor dos sindicatos, seria melhor ainda. Abraços.

  15. copelianoenvergonhado disse:

    Essa eu não entendi. Por que tanta violência? A PM pode fazer isso?? E eu que sempre tive orgulho dessa empresa… Não pude participar… Mas estou com vocês!! As categorias tem que se unir para as próximas paralizações!! Assim, possíveis retaliações pós greve perdem o sentido… A atual gestão MERECE resposta à altura (sem violência claro… sem cometários…) Abraços a todos.

  16. kobberal disse:

    Parabéns a todos que participaram e se respeitaram nesse primeiro dia de manifestação.
    Semana que vem, 30 às 14:30, tem reunião sobre a prorrogação da concessão e todos os acionistas, com direito a voto, estão convidados para deliberarem.
    Vai coincidir com o último dia da manifestação.
    Vamos lá fazer os donos da empresa saberem nossa opinião ouvindo e vendo nossa pacífica e manifestação sem distorções de qualquer que seja o lado.

  17. araponga31 disse:

    Vou responder ao copelianoenvergonhado e levantar um assunto: precisa realmente dos caras da UGT e da CUT para dar força ao movimento? Hoje em dia, se aliar a esses caras, que eram fortes quando o PT era de esquerda e revolucionário, não pega bem nenhum pouco perante o resto da sociedade. O cara que foi “atropelado” pela polícia era da UGT e, pelo vista, badernista. Esse julgamento, eu fiz sem saber o que ocorreu de fato, antes e depois do vídeo, e é o que a maioria da população pensa. Pessoal, façam o movimento sem queimar filme com outros sindicatos de fora da Copel. Eles vão cobrar isso depois.

    • copelianoenvergonhado disse:

      Baderneiro ou não, o que a PM fez não foi um absurdo?? Não entendi até agora qual foi a motivação para o roubo da caixa de som. Que direito tinham de fazer isso? De resto, as imagens falam por si, e o tal baderneiro não foi o único a bloquear a passagem da viatura. Ele estava apoiando o movimento e poderia sim ter sido um copeliano. Não quero contrariar você, só estou indignado, profundamente magoado, com o tratamento dado pela alta direção ao movimento. Abraço.

      • araponga31 disse:

        Caro copelianoenvergonhado, veja meu comentário das 22/11/2012 às 21:31 em que eu falo sobre polícia e seu despreparo.1. É lógico que é absurdo. 2. Não sei se tinham direito de fazer aquilo porque não sabemos o que realmente estava ocorrendo ali. ERA ATÉ BOM ALGUÉM QUE VIU E/OU PARTICIPOU DO EPISÓDIO DA AGRESSÃO POLICIAL VENHA A PÚBLICO FALAR SOBRE O QUE DE FATO ACONTECEU.
        Sobre o tratamento dado pela alta direção: amigo, AGORA É GUERRA! Ou você acha que eles querem perder aquele salário que ganham? Cada um luta com suas armas. É bom estar preparado para tudo.

  18. Agora mostramos nossas forças!

    Parabéns a todos os Copelianos que hoje vestiram a camisa e foram a luta, insatisfeitos com a proposta da direção, direção essa que só conseguem ver os copelianos como números e fantoches que são facilmente manipulados, isso acabou! chegou nossa vez de mostrar que unidos somos mais fortes…

  19. foradaleinaluta disse:

    Parabéns colegas de Cascavel, manifestação pacífica, ordeira e com grande adesão. Tenho orgulho de ter participado deste momento. Até mesmo o pessoal do posto de gasolina, foi solidário a manifestação, nos oferecendo gratuitamente refrigerante e água.

  20. eletricistasdo disse:

    quero saber sobre isso.”””””“Apagão técnico”

    “Essa paralisação serve, também, para reafirmarmos a defesa do patrimônio do povo paranaense. A direção da Copel quer demitir 1.500 pessoas, principalmente os funcionários mais antigos, sem que haja profissionais com a qualificação necessária para dar sequência ao trabalho. Isso coloca em risco a sequência do bom trabalho da empresa. Podemos ter uma apagão técnico”, alertou Solomar…………………………………..O QUE O SINDICATO VAI FAZER SOBRE ISSO ?ESSAS DEMISOES SÃO VOLUNTARIAS?TIPO PDV OU ARBITRARIAS.
    Comentar

    • araponga31 disse:

      Colega, é lógico que a Copel não pode demitir ninguém sem justa causa. Porém, podem tentar novamente o desligamento dos funcionários que são aposentados pelo INSS e ainda trabalham (alguns fingem que trabalham) esperando pelo tempo necessário para se aposentar pela Fundação Copel. Também, pode acontecer de eles oferecerem um PDV muito bom financeiramente e acontecer uma debandada do pessoal mais antigo. Outra coisa: centralização. Quem é que casado e com filhos, morando em cidade do interior, vai querer morar em Curitiba sem ganhar uma vantagem financeira por isso. Se aposenta e não vai morar na “cidade grande e cara”.

  21. danoutudo disse:

    Nos próximos dias 29 e 30, os sindicatos deveriam por obrigação organizar movimentos em cidades menores. Algumas cidades têm funcionários com muita disposição para aderir o movimento, mas sem o pessoal do sindicato dando apoio, fica difícil. Quanto as cidades com regionais, estas nos deram orgulho, demonstraram o descaso com que somos tratados na como dizem eles “maior e melhor empresa do PR”. Ficaremos honrados em não só paralisar as atividades, mas também participar do movimento. Um abraço á todos.

    • araponga31 disse:

      danoutudo, não se esqueça que é necessário manter 30% dos funcionários trabalhando e mantendo o serviço. Por exemplo, os eletricistas de cidades menores atendem muitas outras cidades da região. E se faltar energia?
      Porém, em cidades sedes de DSM sim, poderia haver maior influência dos sindicatos.

  22. araponga31 disse:

    Ih galera, desculpem-me por comentar demais. Hoje eu sou o capeta em forma de guri kkkk

  23. tem muita gente que não pode participar, mas que tava la vez um bom trabalho…

  24. SERIA MELHOR (CASO NOVA NEGATIVA DA DIRETORIA, FALTANDO COM UMA PROPOSTA DECENTE) FAZER GREVE MESMO(2 DIAS É MUITO POUCO, DEVERIA SER POR PRAZO INDETERMINADO OU PELO MENOS 5 DIAS), HOJE FOI UMA PARALIZAÇÃO , MAS MUITO FIRME E DECIDIDA, E A PARTICIPAÇÃO FOI MACIÇA, PARABÉNS A TODOS NÓS COPELIANOS, SEI QUE TEMOS CORAGEM PARA PEITAR ESSA DIRETORIA NOVAMENTE, SE NECESSÁRIO.

  25. atendente4h disse:

    Na verdade ganho 638 bruto, liquido recebo 490, manda a CBN colocar isso,

  26. ralphbr2 disse:

    Triste a cena do confisco do equipamento de som, claro e evidente desrespeito ao direito de expressão e manifestação, sobre a truculência que se sucedeu cada um tire suas próprias conclusões, mas lembrem-se que esses policiais são mal pagos e despreparados para lidar com públicos mais qualificados e não raro na academia sofrem “lavagem cerebral” para obedecer ordens sem interpretá-las ou questioná-las de forma que considero de extrema gravidade a origem da ordem para fazê-lo. Resta pouco da minha credibilidade em um desfecho amigável por parte da empresa a esse impasse que se instaurou, a impressão é que enquanto alguma ou algumas cabeças totalmente intransigentes do alto escalão não rolarem, nada muda.

  27. henryfiat disse:

    Esses comentários significam que o Coletivo Sindical, iludiu voces, uma parada para afagar o ego do Sindicato, pelas sucessivas negociações mau sucedidas.
    Jogaram a empresa contra os empregados, criaram um sentimento de superioridade nos empregados para justificar a incopetencia de negociar um ACT.
    Programaram uma paralização ilegal, sem nexo causal, para provocar mais prejuizos aos empregados.
    Muito me espanta acreditar nesse idealismo sindical, que cada vez mais mantém o trabalhador na ignorância dos seus direitos.
    Essa paralização não atingiu 70 % , nem chegou a 30%, estão tirando a maior onda de quem se acha o corajoso.
    Comentários hipotéticos que alimentam a especulação sindical.
    Vamos abrir os olhos, o sindicato nos ilude há mais de uma década e atualmente arrebanha os mais novos pela característica da imaturidade.
    Se voce pensa que é apenas sair da empresa, e que amanhã está empregado e ganhando o dobro, voce está redondamente enganado. Talves voce não seja valorizado nesta empresa, conforme suas expectativas, mas, ao buscar novas opções, voce estará no mínimo disputando espaço com adversários mais capacitados. Portanto, greve é um recurso pouco inteligente pelo retorno que proporciona.
    Temos que exigir que este coletivo sindical seja mais transparente e que assuma de fato a negociação do ACT, ou pule fora.

  28. PARABÉNS a todos companheiros e companheiras, que aderiram ao movimento paradista, também pouco acredito em uma nova negociata, o pesspoal que ronda certos diretores disseram que o bicho pegou, porém a guerra foi decretada. Greve vai acontecer somente em dezembro ainda bem, guardem seus 13º pois será eles que manterão vivos nos meses subsequentes aos da greve, indo para dissídio poderemos tomar uma invertida somente dentro do estado, porém qunado for para esferas longe do estado do Pr, já erá será o que foi pago aos outro. Só espero que não acnteca o que aconteceu quando venderam a estabilidade de emprego e o anuêncio, por um dinheirinho extra venderam a alma ao diabo. Gente amiga do sim e do não vamos nos unir com respeito e diginidade, devemos mostrar mais as cara na mídia, a copel esté sendo despedaçada por esta diretoria. Exmo. Beto acorda ou não haverá dinheiro suficiente noPr para te reeleger. Dias melhores pra sempre. Um grande abraço no coreções copelianos.

    • voudesimneles disse:

      É fácil. Basta está merda de sindicato assinar o acordo! E parar de usar os empregados para defender seus interesses pessoais. Cadê o povo do sindicato? Falem a verdade pro pessoal! Digam porque essa briga inútil! Mais cedo ou mais tarde alguém vai soltar ela.

      • coletivocopel disse:

        Alto lá, meu caro. Sua acusação é leviana e mentirosa. Temos o número do seu IP (registrado automaticamente pelo sistema). O anonimato não protege caluniadores, nem agressões covardes. É seu direito discordar da paralisação, que foi aprovada e endossada pela maioria dos copelianos. Mas agressões como a sua são caso de polícia.

  29. henryfiat disse:

    ah! oq é isso sindicato deixe as manifestações serem publicadas, voces falam tanto em democracia e teem medo das verdades que são reveladas.
    Porisso concordo com a polícia, baderna tem que ser contida.
    Irresponsabilidade sindical tem q ser punida.
    Desrespeito a sociedade pela Ideologia Sindical, precisa ser banido.

  30. quepateta disse:

    Ótimo pessoal, andei por aí e vi o movimento. Mas, infelizmente, na minha região, houve adesão fraca no portões. Mas no setor foi mais de 60% pelo que soube.
    É que muitos ficaram em casa ou foram resolver problemas particulares.
    O Sindicato tem que puxar todo mundo pros portões. Greve é trabalho e não festa e idas as compras ou visitas

  31. padzin disse:

    Se na quinta que vem não fecharem os portões eu vou entrar, ontem no setor só 3 entre 20 aderiram a greve (incluido eu).
    Greve sem fechar os portões a galera entra por medo de represalias…

  32. CAI FORA HENRYFIAT, SEU CAPACHO DA DIRETORIA PARASITA, ESSE ESPAÇO É PARA OS VERDADEIROS COPELIANOS, CORAJOSOS E MOTIVADOS ACIMA DE TUDO POR SUA DIGNIDADE, E FAVORÁVEIS A EXONERAÇÃO DESSA DIRETORIA PARASITA, CHANTAGISTA, ASSEDIADORA E DESONESTA QUE SE INSTALOU NA COPEL, PRO ACIONISTA ESTÁ TUDO ÓTIMO, PRO GOVERNADOR E SEU AVIÃOZINHO TAMBÉM, PROS PARASITINHAS EXCELENTE E AOS EMPREGADOS RAZÃO DESSA EMPRESA EXISTIR FICA COM O OSSO?
    CUIDADO CAPACHO PRA NÃO CAIR JUNTO E SER DEFENESTRADO JUNTO COM A DIRETORIA.

    • dark0513 disse:

      esse capacho ficou um tempão sem aparecer, mas está de volta, pois recebeu ordens da diretoria pra falar. E como este é um espaço democratico, os comentarios do fascista henry fiat são publicados e rechaçados pela maioria dos copelianos, Mas a raçao canina a que ele tem direito ta garantida.

      • voudesimneles disse:

        Vocês não têm argumentos pra debater por isso atacam um colega de trabalho. Que vergonha! E graças a está merda de paralisação o clima aqui ficou horrível. O pessoal do não simplesmente não têm argumento pra debater, talvez porque nem sabe o porque dessa briga idiota.

  33. adamovieira disse:

    PARABENS A TODOS OS VALOROSOS COMPANHEIROS QUE NÃO FUJIRAM A LUTA E DEMONSTRARAM QUE SÃO SIM CAPAZES DE SE ORGANIZAR E PARAR ESSA EMPRESA SE FOR NESCESSÁRIO ATÉ QUE SEUS DIRETORES DESÇAM DE SEUS ALTARES E VENHAM DIALOGAR CONOSCO.

  34. copel4h disse:

    parece que os numeros da COPEL não batem com os do sindicato.
    [img]http://img845.imageshack.us/img845/6996/actinformativon10.jpg[/img]

  35. zaarr disse:

    Caros Colegas do Coletivo!

    Conversando com alguns colegas da região, surgiu a ideia de fazer um movimento diferenciado.
    DOAÇÃO DE SANGUE!
    Pensem bem, teríamos uma adesão maciça, atenção dos meios de comunicação, todos os funcionários estariam respaldados com justificativa ( a doação de sangue permite a emissão de atestado) , sem falar na causa nobre.
    Muitos copelianos fazendo fila nos hemocentros para doarem sangue e respaldados com a justificativa. Certamente teríamos uma adesão maior, já que alguns colegas se sentiram intimidados em paralisar as atividades na data de ontem.
    Fica a sugestão para o COLETIVO.
    Abraços.

  36. djcmancha disse:

    http://oestadodoparana.pron.com.br/economia/noticias/70941/?noticia=mesmo-com-paralisacao-copel-nao-deve-abrir-negociacao

    Vejam essa reportagem. A Yara diz que semana que vem não tem paralisação, pois o ACT vai para dissídio. Agora, já disseram nesse blog que não há dissidio se as duas partes não concordarem, então a Sra Yara está mentindo? Alguém com conhecimento real pode dar uma resposta sobre isso.
    Não tenho conhecimento, sou leigo no assunto, mas pelas reportagens que já li, outras empresas que foram para dissidio ganharam pelo menos 1,5% de aumento real.
    Vamos aguardar a próxima semana para ver esse desfecho….

    • E você ainda acredita na Yára?????????

      • Basta ver que eloa cita que “9” sindicatos assinaram o acordo.
        Foram os advogados, economistas, bibliotecárias, secretárias e…. hummmm…
        Puxa, foram só 4!!!!
        É… Acho que a Yára mentiu!

      • zaarr disse:

        Das duas, uma!
        Ou a Dra. Yára não sabe contar.
        Ou então está mentindo!
        Dizer que 9 sindicatos assinaram, quando na verdade pelo Copel Informa veio a informação de que 4 sindicatos assinaram.
        Ainda acredito que não saiba contar, pois afirmar que mais de 50% dos copelianos têm linha 1000 acima de R$ 4.000,00, é de chorar.
        Nem contando com a peri e HE dá R$ 4.000,00.
        Ou ela está contando somente com o salário do pessoal da Cel Dulcídio, 800 – Batel.

      • poisze56 disse:

        Qual a punicão legal pra quem mente? Na Copel é a turma da Conduta e na lei uma vez que está publicado na mídia?

  37. DOAÇÃO DE SANGUE, TAMBÉM AOS QUE NECESSITAM PARA O TRANSPLANTE DE MEDULA ÓSSEA, ESTAMOS DANDO NOSSO SANGUE , POIS PELO NOSSO ESFORÇO ESSA EMPRESA DE FATO EXISTE, E COMPARTILHANDO NOSSO SUOR , NOSSO SANGUE, NOSSA DEDICAÇÃO COM UMA DIRETORIA MESQUINHA, MISERÁVEL QUE DESVALORIZA O MAIOR PATRIMONIO DA EMPRESA QUE É O COPELIANO , PORTANTO ACHO MUITO BACANA ESSA INICIATIVA SE OCORRER MESMO, DA DOAÇÃO DE SANGUE AOS QUE MUITO NECESSITAM NESTA HORA. Por que NESSE MOMENTO ESSA DIRETORIA DA COPEL MERECE NOSSO DESPREZO, E NOSSO SANGUE MERECEM OS NECESSITADOS QUE ESTÃO EM UMA FILA DE TRANSPLAnte.
    É UMA IDEÍA DO COLEGA ZAARR, SERIA UMA GRAnde INICIATIVA QUE AJUDARÁ MUITA GENTE.

  38. Se for necessário mais paralisações depois da semana que vem, pnsem em marcar para uma segunda-feira…. na quinta-feira tem muita gente que já saiu para viajar e só retorna na sexta. Na segunda o “cutucão” será mais doloroso….

  39. No meu setor 40% dos funcionários faltaram na quinta e, se não tiver um bloqueio decente, na próxima paralisação ninguém vai aderir. Superintendentes e gerentes marcando firme quem faltou.
    Eu faltei, mas estou me sentindo ameaçado, se não tiver bloqueio de verdade (nas 2 entradas do km) a paralisação não vai ter nem 10% de adesão.

  40. foradaleinaluta disse:

    Esta conversa de que 85% dos copelianos trabalharam ontem é conversa para enganar quem? Pois hoje ainda ouvi gerente comentando que a empresa erra ao não ficar calada, pois com certeza mais de 60% dos funcionários pararam. Em Cascavel teve setor que ficou o gerente e o supervisor, outros o gerente sozinho. Apesar de também ter áreas que apenas 1 ou 2 corajosos foram a luta. Os demais colegas optaram por dar as mais variadas desculpas. Os eletrecistas de parabéns, fizeram escala e pela manhã uma turma parou e tarde outra turma. Não vamos desanimar não pessoal não se consegue conquistar nada sem luta.

    • poisze56 disse:

      Gente, na média, deve chagar pouco mais de 50%. Tem os 30% por lei em algumas áreas, o que não significa que concordam com a proposta da empresa, tem os que assinaram, tem os puxa-sacos,(gerencia?) e tem os que concordam. E tem os medrosos mas que nã concordam(a estes, meus respeitos).
      Pguá 100% Call center uns 15%

  41. Suscitado dissídio, a primeira etapa do processo consiste na realização de audiência de conciliação e instrução. Nessa audiência tenta-se levar as partes à celebração de um acordo que ponha fim ao dissídio. Nestes casos, o Juiz pode formular uma ou mais propostas visando a conciliação e no caso de acordo, será homologado pela Seção Especializada em Dissídios Coletivos. Caso não haja acordo, o Juiz passará à fase de instrução, na qual interrogarão as partes a fim de colher mais informações para o julgamento da matéria.

  42. lutunel disse:

    Já tem gerente negando H.E para quem aderiu à greve… e isto seria só o começo… Se o coletivo não tomar uma atitude agora, muita gente não vai aderir à proxima paralisação… Enquanto ficarem neste jogo de gato e rato com a diretora Yara, esta paralização não será bem vista pela população… Até para os funcionários fica difícil saber em quem acreditar diante de tantas contas que não batem… dependendo da quantidade de pessoas que vi na sede não acho que sejam os 70% do coletivo mas também não são os 15% da copel. Tanta divergência em números me deixa confuso… Sei que as contas da Copel não batem mas não teria como o sindicato conseguir alguma prova dos números que publicam?? Muitos colegas apreensivos por medo de não receberem o abono deste ano e muito menos do ano que vem… Yara com carta branca do governador vai ser difícil de convencer à mudar de opinião… sempre achei que estas manifestações não dariam em nada, so protestei mesmo por discordar da maneira como a diretoria da empresa está tratando a questão… muita gente que se dizia indignada pegou atestado etc… muitos que aderiram à greve não foram para as ruas…
    Sinceramente estou sem esperanças de que o movimento paredista consiga algum avanço com a copel… espero estar enganado…

    • reflexivo100 disse:

      Lembrem-se que aqueles que foram doar sangue no dia da paralização, e eu sei de um setor inteiro que fez isto, e /ou pegaram atestado. Para a empresa estavam trabalhando normalmente , pois é um direito faltar nestas circunstancias. Estas pessoas, na realidade ficaram emcima do muro, não tomaram partido algum. Este pessoal é aquele que sempre quer se dar bem. Pensem nisto. Na sede, estavam em torno de 300 pessoas, sendo parte, grevistas profissionais vindos de SP. O pessoal que não estava no seu posto de trabalho, a maioria estava em casa, foi ao supermercado, descansou e não vai ter o dia descontado. Então, acredito que ambos, sindicato e empresa estejam certos, porque ambos computaram o pessoal do emcima do muro.

    • joanacopel disse:

      A greve e a instabilidade da empresa é benéfica para a turma do governador!
      Quer mote melhor para privatizar uma empresa que desmoralizá-la perante a população?
      Como vocês acham que a população enxergou a declaração (mentirosa diga-se de passagem) de que 50% ganham mais que R$ 4000,00 e que foi oferecido abono de R$ 8000,00? E as ações despencando na bolsa…

      • poisze56 disse:

        Quando é que a mídia vai entender que são coisas distintas?
        A empresa não reservou verba. Antes mesmo não sabia da MP. A Cemig está em greve pelo que soube. A MP está sendo questionada, pois em base, não sobra pra investir. A MP é desculpa. O ano passado não havia MP e nada de real. Claro os 2) % de real para diretoria. Muta gente está sainda nestes dias. Quanta falta de informação que a Copel não sabe. O Cálculo é simples?

      • poisze56 disse:

        Na mídia saiu 4000 com 2 abonos etc.
        Falta muita informação? 50% do Que? Qual a média de salário na Empresa código 1000.
        AS pessoas que tem curso superior ganham mais de 4000, mas em tudo quanto é empresa é assim . Não entendi a intendi desta colocação da empresa? Seria qual? Seria ética?

  43. joanacopel disse:

    Instauração –
    a) Ministério Público do Trabalho – Na ocorrência de greve, pode o dissídio coletivo ser instaurado a requerimento do Ministério Público do Trabalho, apesar da CF estabelecer que “é obrigatória a participação dos sindicatos nas negociações coletivas de trabalho”, contudo não se deve entender essa participação como absoluta. A Procuradoria do Trabalho, somente nas hipóteses de greve em atividade essencial, quais sejam aquelas elencadas no art. 10, da Lei n. 7.783/89, com possibilidade de lesão do interesse público.
    Portanto, o MPT irá instaurar a instância judicial quando a defesa da ordem jurídica ou o interesse público assim o exigir.

    b) A empresa também pode instaurar o dissídio coletivo, tendo em vista que a Lei Maior reconhece os acordos coletivos ( uma ou mais empresas com o sindicato dos empregados), portanto não seria justo que somente os sindicatos pudessem instaurar o dissídio, sob pena da inexistência dos acordos coletivos.

    c) observância da época própria para ajuizamento – não há prazo prescricional para o ajuizamento do dissídio coletivo, tendo em vista que nele se postulam créditos previstos em normas preexistentes. Porém, a CLT estabelece algumas regras para o ajuizamento do dissídio coletivo, ou seja, “a categoria ficará exposta ao vazio normativo temporário, na medida em que a sentença normativa prolatada não poderá retroagir à data-base da categoria, mas entrará em vigor apenas a partir de sua publicação. Para estimular a continuidade da negociação coletiva e, ao mesmo tempo, preservar a data-base da categoria, caso seja finalmente frustrada a negociação, criou o TST a figura do protesto judicial, proposto pelo sindicato, de forma a postergar por mais 30 dias o ajuizamento do dissídio, sem perda da data-base.

    fonte: http://registroparticular.wordpress.com/2009/08/21/dissidio-coletivo/

    Resumindo: se houver greve, o MP pode ajuizar ação. A empresa também e o que for determinado pela justiça só alcança período posterior a sentença… “vazio normativo” que não retroage a data-base, no nosso caso era “outubro”.

    • bau2005 disse:

      Concordo e discordo, quanto a data base, neste caso a data base deve ser mantida pois já houve sindicato de um grupinho PELEGO (não por vontade do sindicato mas sim por cagaços dos peleguinhos que estão em contato diretos com os SANGUESSUGAS). Tendo em conta que quem não está negociando é esta DIRETORIA, que está IMPONDO suas condições, e que não devem ser aceitas pois o probosta dela é o mínimo que ela é obrigada a ofertar, os beneficios adicionais que tiveram uma ofertamaior na porcentagem não agrega nem 20% dos funcionarios da copel, vale lembrar que declarações mentirosas sobre a situação atual da empresa em relação a MP579, primeiro foi dito que empresa estava segura e que não seiria afetada, agora vem dizendo que vai ter prejuizo, vale lembrar que estes investimentos vem sendo pagos pelos consumidores em suas fatura já a muito tempo, caso estas contas pagas não foram suficiente para no mínimo se equipararem aos investimentos feitos anteriormente é sinal de que fora muito mal administrados, e a outra informação de que mais de 50% ganha mais de R$ 4.000,00 é mentira pois muitos tem fazer muita mais muita H.E. para chegarem perto deste valor, e detalhe H.E. não é salário, é sim o pagamento por atividades fora do HORARIO NORMAL do labor, para que a empresa possa manter o sistema e a empresa não ter multas e prejuizos. No mais caros colegas fiquem atentos a todos os procedimentos, pois a persequições e punições serão baseadas neles, para que não se caracterizem por persequição e assédio. Um abraço a todos.

    • Ainda insisto que nenhum dos lados (empresa ou sindicato) consegue sozinho provocar o dissídio.
      O texto abaixo está na lei maior (CF)
      Art. 114.
      § 2º Recusando-se qualquer das partes à negociação coletiva ou à arbitragem, é facultado às mesmas, DE COMUM ACORDO, ajuizar dissídio coletivo de natureza econômica, podendo a Justiça do Trabalho decidir o conflito, respeitadas as disposições mínimas legais de proteção ao trabalho, bem como as convencionadas anteriormente.
      link: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm
      Conforme já informado por joanacopel o ministério público pode instaurar se considerar necessário.

    • poisze56 disse:

      Pois é,
      Vão também instaurar uma sindicância interna para tirar as GFs de quem não merece e persegue? Bota pra trabalhar em campo? e não mais na gerência?

      • Sindicância?
        Ouvidoria?
        Assédio moral?
        Tudo isso NÃO funciona na Copel!
        É só pra inglês ver.
        Mais ferramentas pro-forma, criadas pra mostrar pra sociedade o quanto a Copel é justa. Mas que na verdade, nada fazem.
        Experimente abrir uma reclamação na Ouvidoria pra ver…
        Nada resolvem.
        Mais uma da Yára…

  44. Atenção ao PESSOAL DE CAMPO, Eletricistas, Técnicos e Engenheiros, atentem seriamente aos procedimentos GSST, façam a APR (formulario de papel) a cada atividade, e usem todos os EPI´S, levem a sério sua segurança, pois é nestes procedimentos que serão usados a ferro e fogo para punir severamente aqueles que participaram e participarão das paralizações, cobrança com os tempos também serão usados, porém a segurança acima de tudo, usar óculos, luva bt, conjunto anti chama, capacete e meia bota, até para uma simples tarefa de tocar e abrir uma caixa de medição seja ela mono, bi ou trifasica, o uso destes equipamentos estão no GSST, e caso você estaja sendo observado cada movimento seu será acompanhado minuciosamente, estão chegando no momento da atividade pode ser no finalzinho, metade ou no começo, e vão perguntando sobre o passo a passo dos podecimentos. Um grande abraço a todos.

  45. dark0513 disse:

    pessoal, cade os politicos q poderiam divulgar isso no congresso(requiao, gleise que esá na casa civil) dep andre vargas, vanhoni, rosinha, até alvaro dias que espinafrou o Beto richa há um tempo atrás. Atraves de algo assim e com a web e tb a rede record que é uma das poucas que dá um pouco de voz às esquerdas poderemos a maior quantidade possivel de pessoas no paraná e no brasil saber o que está acontecendo. Se nada conseguirmos, emos de pensar em 2014, mandar esse boyzinho passear de kart e luarmos para que nao se reeleja(creio q isso não acontecerá, pois já esá desgastado), temos de desgastá-lo pois assim enfraqueceremos essa diretoria. Bem, já estou com muitas saudades do requiao. Ele não gostava dos copelianos, mas não destruia a copel como esses estão fazendo com a copel , fundaçao copel e copelianos.

  46. plantao10 disse:

    Muitos copelianos não pararam e trabalharam como os trinta porcento por medo de sofrer perseguição após as paralisações, principalmente os que pediram transferência para ou cidade.
    Tem que estar bem claro para a população que mais de 90% dos funcionários apoia a paralisação, e os que não param e por medo de perseguição.

    • poisze56 disse:

      Poi é,
      E tem os que já assinaram e os chefes, logo, os que vão, não vão trabalhar por estar de acordo como a empresa quer passar, mas sim por medo de perder emprego, rezando pela sua família. Cm certeza querem melhoria de vida que se consegue melhor com um aumento real, que a infla já pegou. u voce snão fazem compras do básico?

  47. A ideia de doação de sangue, é espetacular, poderá ter ecoar na mídia nacional, basta que devemos divulgar isto em blogs, faces e twiter, com o slogan, “que nosso sangue ajude de outra forma, os clientes da Copel.Acordo Coletivo 2012/2013 sem negociação apenas imposição “. Quem tiver um melhor, manda aí. Um abraço a Todos.

    • poisze56 disse:

      Do jeito que a antiética anda na empresa a Copel irá divulgar que foi ela quem solicitou aos empregados para doarem o sangue, e que os empregados estão usando de má fé a boa ação da empresa.

  48. quepateta disse:

    E daí que a prova de que os gerentes não tem ética nem conduta com os valores da empresa, ou humana, é que tiraram o PCO. que servia apenas para mostrar a incompetência gerencial. quando muito mudava de agência, mas continava gerente, afinal era amigo.
    Sindicato, ponha uma lista geral tipo assim, em PGROSSA, 100 %, No KM 60, em StaQuit. 40%

  49. araponga31 disse:

    O pessoal dos sindicatos leem este blog? Se não, deveriam.
    Vou dizer o que tenho visto nos corredores da empresa. Aqueles que pararam já estão sofrendo represálias veladas de seus gerentes e não farão nova paralisação se não houver maior presença dos sindicatos.
    Sindicatos, a hora de vocês chegou. Duvido que tão cedo ocorra esse movimento que está ocorrendo agora. Ou vai ou racha. Se vocês ficarem de boca aberta, vão comer mosca.
    Assim como eu, outros votaram no SIM, e só vão aderir à paralisação se houver piquete…

    • coletivocopel disse:

      Meu caro, seria um tanto difícil não ler o blog que nós mesmos fazemos. Como já houve semana passada, haverá mobilizações esta semana. Novas mobilizações. A reação d diretoria da Copel é mais que esperada. É hora de mostrarmos força. Abraço.

      • araponga31 disse:

        Duvido que todos os diretores dos sindicatos leiam os comentários deixados aqui. O pessoal tem feito bons e úteis comentários aqui. Reconheço isso mesmo sem aderir à mobilização por enquanto.

  50. Rola comentário que a Yara “deu PF5”.
    Procede?
    Alguém sabe de ela aderiu ao PSDV, e pra quando é a saída?

    • thezunido disse:

      Vale lembrar que solicitar a aposentadoria não necessariamente quer dizer que ela largue a diretoria.
      Apenas quer dizer que depois que ela sair da diretoria, é possível que ela não queira mais voltar a trabalhar na Copel. Talvez por receio de tudo o que te sido feito.
      Também pode significar que o PSDV está no fim, como realmente já ouvi buchicos. Mas é tudo rádio peão. De concreto até o momento não há nada.

  51. ESSA MULHERZINHA YARA NÃO MERECE SAIR COM UM PDV, MAS SIM COM UM BELO PNB, PÉ-NA-BUNDA, ENQUADRADA NUMA JUSTA CAUSA COM DIREITO DE FICAR CALADA NA CADEIA, O MINISTÉRIO PUBLICO DEVERIA INVESTIGAR A CONDUTA DESSA MULHER DESDE QUE FOI DEFENESTRADA DA URBS , ELA NA REALIDADE É SÓ UMA PEOA COMO TODOS NÓS, UMA PEOA DA OUVIDORIA AGORA ABRAÇADA NA DIRETORIA , O QUE INCOMODA É QUE COM TANTOS DIRETORES, QUAL A FUNÇÃO DO LINDOLFÃO O PRESIDENTE, O QUE ELE TEM A DIZER OU A PROPOR ACERCA DO ACT, PARA QUE SERVE O LINDOLFO, SE DIRETORES E SUPERINTENDENTES QUE ESTÃO DECIDINDO SOZINHOS?

  52. Pingback: RETROSPECTIVA 2012: confira alguns dos fatos e versões que marcaram a cena política paranaense

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s